fbpx
29.1 C
João Pessoa
Início Emerson Monteiro A distorção do dinheiro

A distorção do dinheiro

O que, nos princípios das eras, apenas simbolizava as trocas dos bens físicos passou a dominar o mundo. Pelo dinheiro pessoas matam e morrem. Vendem honras, dignidade, família; o crédito, a paz, a alma… Andam girando no turbilhão metálico das histórias tortas, na lama do pouco pudor ético. Usam os outros e acham meios de impor instintos com as transações monetárias. Prevalece a fome do ouro acima de tudo, nas sociedades contemporâneas. Apostam na fama fácil, nos prazeres vulgares, guerras fratricidas, mercados do vício e da infelicidade alheia, em nome da prevalência dos interesses particulares.

Dramas atrozes sujeitam as ações escandalosas nos vários ramos da aventura coletiva do dinheiro. Flutuações das bolsas de valores sacodem países e existências, sob o poder de fogo dos acionistas ferozes, presas fixas nas conquistas, lobos sanguinários e perversos que avançam sobre as presas diárias, longe de quaisquer princípios humanitários ou religiosos.

Aquele símbolo de permuta de riqueza dominou a civilização envilecida na trama dos estados embrutecidos de ganância. A invenção que parecia inteligente e necessária virou pedra de tropeço de multidões e hábitos permitidos, legalizados.

A mesma política desenvolvida para administrar as sociedades pariu monstros deformados, corruptos quais faustos de índoles vadias, transformando metal precioso em metal vulgar, num abrir e fechar de mãos. Espécies de personagens adversas do trilho do progresso humano, frívolas sombras das trevas arrastam consigo a sina da perdição.

Antes, a moeda só permanecia em bancos ou nos ourives, visando preservar e conservar depósitos. Agora, no entanto, cartões plásticos a conduzem com extrema facilidade, multiplicando seu efeito e circulação.

Já as narrativas bíblicas reservam momento da vida de Jesus quando lhe consultam quanto ao pagamento dos impostos, ao que responde: Daí a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus, referência perfeita aos mundos material e espiritual, e a prioridade desta vida. Ao dinheiro, os padrões terrenos. Aos conceitos eternos, a leveza das infinitas virtudes.

E a instituição material do dinheiro, que deverá promover a Salvação dos seres espirituais, sujeita anular, a grosso modo, ótima oportunidade evolutiva da espécie humana.

Relacionados

Asas que voam

Pelas frestas da janela, essas lembranças invadem o quarto sombrio daquele tempo escorrido nas noites do passado. Uma vez, recordo bem, reservara a mim...

O justo fruto das nossas ações

O ímpio recebe pagamentos enganosos, mas quem semeia a justiça colhe segura recompensa. Provérbios 11:18 Ao chegar da escola, ainda contrariada por causa de alguma...

O pato e a garrafa

Nas técnicas adotadas pelo Zen Budismo existem os koans (pequenas histórias enigmáticas destinadas a confundir o intelecto até que apreenda que existe dimensão além...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

Afinal de Contas Que Canal é Esse?

Canal é um dispositivo hidráulico usado para transporte de água, muito conhecido de todos nós, desde a primitiva levada de terra, até os canais...

Um beijo para o gordo

Sempre me pareceu um pouco tolo a emoção que muitas pessoas demonstram quando algum famoso morre. São famosas as cenas, como nos funerais de...

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Esqueceram o Marquês

A passagem de efemérides, como a do segundo centenário da nossa Independência, faz com que algumas figuras históricas daquele momento sejam rememoradas (em regra,...

Mais Lidas

OS 11 princípios de Joseph Goebbels

Texto originalmente publicado em 08/01/2020    Joseph Goebbels, para os que não têm a informação, foi ministro da propaganda de Adolf Hitler e comandou a...

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Asas que voam

Pelas frestas da janela, essas lembranças invadem o quarto sombrio daquele tempo escorrido nas noites do passado. Uma vez, recordo bem, reservara a mim...

Julgar é fácil, difícil é ser

Como podes dizer a teu irmão: Permite-me remover o cisco do teu olho, quando há uma viga no teu? Hipócrita! Tira primeiro a trave...