fbpx
29.1 C
João Pessoa
Início Brumadinho no Esquecimento
Array

Brumadinho no Esquecimento

                                     

Por: João Vicente Machado

No próximo  dia   25 de janeiro de 2021, completarão dois anos do rompimento da Barragem de Brumadinho e a não ser a família das vitimas e os defensores da sustentabilidade, pouquíssimas pessoas se lembram, ou se incomodam com aquele desastre ambiental,  de impactos seculares sobre os atingidos, sobre o bioma ribeirinho do Rio Paraopebas  e sobre toda   bacia do Rio das Velhas e do próprio Rio São Francisco, o chamado Rio da Integração Nacional. 

Uma das causas do nosso subdesenvolvimento, da nossa exploração, do nosso atraso e da dominação a que estamos submetidos há séculos, é a nossa falta de memória, a nossa indiferença e a letargia, que  a classe dominante conhece  muito bem e conhecendo a nossa permissividade,    sabe  tirar partido da nossa fragilidade  para manter e aprofundar o processo de dominação.

Li numa publicação denominada Portal das Missões, uma matéria que não posso assegurar como verdadeira, por tratar-se segundo eles, da autoria de um autor desconhecido. Todavia a história é válida e em se tratando dos Hitler’s e Mussolini’s  redivivos, não há porque duvidar. Vejamos o texto:

[ Em uma de suas reuniões, Hitler pediu que lhe trouxessem uma galinha.
Agarrou-a forte com uma das mãos enquanto a depenava com a outra.
A galinha desesperada pela dor quis fugir, mas não pôde. Assim Hitler tirou todas as suas penas, dizendo aos seus colaboradores:
“Agora observem o que vai acontecer!”
Hitler soltou a galinha no chão e afastou-se um pouco dela. Pegou um punhado de grãos de trigo, começou a caminhar pela sala enquanto atirava os grãos de trigo no chão. Enquanto isso, seus colaboradores viam assombrados, como a galinha assustada, dolorida e sangrando, corria atrás de Hitler e tentava agarrar algumas migalhas, dando voltas pela sala.
A galinha o seguia fielmente por todos os lados. Então Hitler olhou para os seus ajudantes, que estavam totalmente surpreendidos e lhes disse:
“Assim, facilmente se governa os estúpidos. Viram como a galinha me seguiu, apesar da dor que lhe causei?  Tirei-lhe tudo…,as penas e a dignidade, mas, ainda assim ela me segue em busca dos farelos.”

“Assim é a maioria das pessoas! seguem seus governantes e políticos, apesar da dor que lhes causam e, mesmo lhes tirando a saúde, a educação e a dignidade, pelo simples gesto de receber um beneficio barato ou algo para se alimentar por um ou dois dias, o povo segue aquele que lhe dá as migalhas do dia”Autor desconhecido.]

                            

                       

Talvez, prevalecendo-se dessa passividade e subserviência, é que a multinacional  Vale, que já foi a estatal Cia, Vale do Rio Doce, teve contra si uma ação na justiça, por iniciativa do Governo de Minas, da Defensoria Pública e do Ministério Público, onde lhe  é cobrada  uma indenização de R$ 54 bilhões como reparo pelo gravíssimo impacto ambiental, penalizando tanto o meio ambiente, quanto a população ribeirinha.

A multinacional contestou a ação, propondo um pagamento de apenas R$ 21 bilhões, ou seja, 38,88% do valor reclamado.

 O aguerrido Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) têm confrontado o comportamento do governo de Minas Gerais, Romeu Zema, protestando pela falta de comunicação com as famílias atingidas, alegando que as negociações vêm sendo feitas entre a Vale e o Governo do Estado, sem a participação da população diretamente atingida. 

Nesse caso, ao que parece, a galinha da história de Hitler, é uma galinha oficial, subserviente e indiferente ao clamor público nacional e internacional. Com certeza considera absurdo o pedido de indenização, estimulada pelo fato de ter adquirido o controle acionário da ex estatal, uma empresa economicamente viável,  que tinha um valor estimado entre ativos e reservas minerais, de mais de R$ 400 bilhões e que foi  vendida no governo Fernando Henrique Cardoso por uma ninharia e, assim mesmo, com  financiamento contratado junto ao BNDES que é dinheiro público, ou seja, do povo, nosso dinheiro.

A operação é insólita e mais parece o Brasil pagando à iniciativa privada para assumir seus ativos, ou seja,  é um crime de lesa pátria que foi praticado contra a Vale do Rio Doce, Usiminas, CSN, Telebrás, Petrobrás, a Industria Naval e prossegue com o Saneamento Básico, a Eletrobrás, os Correios e a anunciada privatização de todo complexo dos dois eixos do Projeto de  Integração   do São Francisco PISF, construído com dinheiro público para redimir o Nordeste Setentrional dos efeitos das Secas. 

Integração do São Francisco-PISF

Quo usque tandem abutere, Catilina, patientia nostra?

Mutatis mutandis”, até quando Bolsonaro/Paulo Guedes, abusarás da nossa paciência?


Fotografias:portaldasmissoes.com.br;

g.globo.com;

ministériodaintegraçãonacional.

  

Relacionados

Afinal de Contas Que Canal é Esse?

Canal é um dispositivo hidráulico usado para transporte de água, muito conhecido de todos nós, desde a primitiva levada de terra, até os canais...

Um beijo para o gordo

Sempre me pareceu um pouco tolo a emoção que muitas pessoas demonstram quando algum famoso morre. São famosas as cenas, como nos funerais de...

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

Afinal de Contas Que Canal é Esse?

Canal é um dispositivo hidráulico usado para transporte de água, muito conhecido de todos nós, desde a primitiva levada de terra, até os canais...

Um beijo para o gordo

Sempre me pareceu um pouco tolo a emoção que muitas pessoas demonstram quando algum famoso morre. São famosas as cenas, como nos funerais de...

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Esqueceram o Marquês

A passagem de efemérides, como a do segundo centenário da nossa Independência, faz com que algumas figuras históricas daquele momento sejam rememoradas (em regra,...

Mais Lidas

OS 11 princípios de Joseph Goebbels

Texto originalmente publicado em 08/01/2020    Joseph Goebbels, para os que não têm a informação, foi ministro da propaganda de Adolf Hitler e comandou a...

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Asas que voam

Pelas frestas da janela, essas lembranças invadem o quarto sombrio daquele tempo escorrido nas noites do passado. Uma vez, recordo bem, reservara a mim...

Julgar é fácil, difícil é ser

Como podes dizer a teu irmão: Permite-me remover o cisco do teu olho, quando há uma viga no teu? Hipócrita! Tira primeiro a trave...