fbpx
25.1 C
João Pessoa
Início Notícias Lenda do cinema

Lenda do cinema

Por: João Vicente Machado
    Se eu me referir a Issur Danielovitch Demsky, pouquíssimos ou talvez nenhum dos meus leitores saibam a quem estou me referindo. Porém se eu escrever KIRK DOUGLAS, garanto que em cada 10 leitores, 11 saibam que se trata de uma lenda do cinema que completou ontem o ciclo de   uma longa vida terrena e aos 103 anos, se encantou.

  Por isso tenho convicção de que estarei escrevendo para os mais entrados na idade, que como eu, o admirava como ator completo.

  O nome russo desse estadunidense nascido em Amsterdam no estado de Nova Iorque, na fronteira com o Canadá e no extremo oeste dos USA, talvez revele a genealogia de algum ancestral russo ou descendente, pois pelo que reza a lenda o Alaska foi comprado da Rússia imperial.

no papel de Ulisses

    O seu primeiro grande sucesso foi o filme que tem por título Ulisses ou Odisseu como queiram, filmado em 1954 e que é uma   adaptação da Odisseia, um dos dois poemas épicos da Grécia   Antiga que são atribuídos a Homero, com a direção dos italianos Mário Camerine e Mário Bava.  Assisti esse filme no Cine Capitólio de Campina Grande, recém chegado que era àquela cidade.

    Outro filme de 1957 foi OK Corral, ou Curral OK, dirigido por John Sturges, em que Kirk Douglas contracena com Burt Lancaster no célebre duelo entre Witt Earp (Burt Lancaster) e Doc Holliday (Kirk Douglas), contra o bando de Ice Clanton.

representado Doc Holliday

   Dizem que o fato foi real e Witt Earp era o temido xerife de Tombstone, enquanto Doc Holliday era um dentista tuberculoso, jogador de baralho invencível que manejava o revólver como ninguém.
Duelo de Titãs, onde divide a cena com Antony Quin, é outro clássico do faroeste americano (uma das poucas coisas boas que os USA sabem fazer), dirigido pelo imenso John Sturges e conta a contenda que se instala por causa da prisão do filho do personagem de Quin.

    O clássico SPARTACUS, um filme que me prendeu do primeiro ao último minuto do filme, onde    um escravo gladiador representado por Kirk Douglas, comanda uma revolta que quase impõe uma derrota ao todo poderoso império romano.

seu grande papel, Spartacus
    Baseado no romance de Howard Fast e com a participação de Laurence Olivier, Peter Ustinov, John Gavin, Jean Simons, Charles Laugton e Tony Curtis.

Michael e Kirk Douglas

    Por fim, uma canja aos mais jovens: Kirk Douglas era pai do também ator Michael Douglas, herdeiro do seu talento como ótimo ator, que o assistiu, cuidou, zelou e tratou muitíssimo bem em vida dispensando à ele e a companheira, um carinho todo especial num exemplo de bom filho que era.


Artigo anteriorDesprezo pela história!
Próximo artigoManipulação
Relacionados

Lula-lá: Sem Medo de Ser Feliz

Desde a minha infância vivida na minha cidade natal, Lavras da Mangabeira CE, me habituei a ouvir modinhas e parodias usadas no período de...

A esperança voltou!

  A semana que antecedeu as convenções partidárias foi muito movimentada, notadamente pela visita à Paraíba do presidente Luiz Inácio da Silva- Lula. A festa...

Processos eleitorais semelhantes?

As últimas eleições presidenciais realizadas nos Estados Unidos, aconteceram no ano de 2020 numa disputa ferrenha e num clima de discórdia acirrado, cenário nunca...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

Lula-lá: Sem Medo de Ser Feliz

Desde a minha infância vivida na minha cidade natal, Lavras da Mangabeira CE, me habituei a ouvir modinhas e parodias usadas no período de...

Asas que voam

Pelas frestas da janela, essas lembranças invadem o quarto sombrio daquele tempo escorrido nas noites do passado. Uma vez, recordo bem, reservara a mim...

Julgar é fácil, difícil é ser

Como podes dizer a teu irmão: Permite-me remover o cisco do teu olho, quando há uma viga no teu? Hipócrita! Tira primeiro a trave...

Tudo Passa Sobre a Terra

   Não foram poucas as vezes   que fizemos uso da famosa frase do escritor cearense José de Alencar, usada por ele ao finalizar o...

Mais Lidas

OS 11 princípios de Joseph Goebbels

Texto originalmente publicado em 08/01/2020    Joseph Goebbels, para os que não têm a informação, foi ministro da propaganda de Adolf Hitler e comandou a...

Você não é todo mundo

Hoje eu me reservo o direito de usar essa máxima usada por mães mundo afora para falar da minha mãe. Se tem uma coisa...

Um pequeno fragmento da história da Paraíba

  Não poderia deixar passar em branco em nossa coluna, o aniversário de nossa querida Parayba . Não vou entrar em detalhes ou contestar nada...

A esperança voltou!

  A semana que antecedeu as convenções partidárias foi muito movimentada, notadamente pela visita à Paraíba do presidente Luiz Inácio da Silva- Lula. A festa...