fbpx
28.1 C
João Pessoa
Início Notícias Um personagem admirável

Um personagem admirável

                              

Por: João Vicente Machado

  Conheci o Dr. Agnello Amorim  quando morava  em Campina Grande,  exercendo o meu ofício   como   gerente regional da CAGEPA e ele como o Promotor de Justiça: sério, competente, criterioso  e muito, muito espirituoso.  Campina Grande, pródiga em expoentes dessa estirpe,  tem em Agnello Amorim talvez  o seu maior expoente.

    Nascido em Cabaceiras, hoje denominada a Roliude do Nordeste pela acolhida a grupos cinematográficos, dentre os quais o elenco do filme O Auto da Compadecida e, por ser sede da folclórica festa do Bode Rei. Mudou-se  para  Campina  ainda  jovem onde hoje reside.  Fez e  ainda  faz  história,  recebeu e ainda recebe o carinho da cidade onde é unanimemente reconhecido.

   Pois bem, transcorria  o ano de 1989 e o Dr. Tarcísio Burity acabara de ser eleito governador pela via indireta, modelagem eleitoral do golpe militar de 1964 que governava o Brasil a manu militare, é verdade,  mas com viés nacionalista diferentemente dos dias atuais.

Dr. Tarcísio Burity
    O  contágio psicológico da violência política que se verificava dentro das masmorras da ditadura,  influenciava qualquer inspetor de quarteirão a se autoproclamar “otoridade” e sair distribuindo justiça   com  as  próprias  mãos.  Era  o  embrião das  milícias sofisticadas de hoje, que praticavam atrocidades de maneira primária.

    Como Campina Grande sempre tem no pioneirismo à sua marca, surgiu na época um esquadrão de justiceiros autodenominado Mão Branca, que executava sumariamente suas vítimas e as depositava  num local ermo, próximo ao Clube Recreativo dos Sargentos e Subtenentes do Exército, conhecido como GRESSE, que realizava  festas  animadas  e  as  calientes  vesperais dos domingos.
  Ao assumir o governo, aliás operoso governo que realizou no Burity I, Tarcisio Burity que fora colega de faculdade de Agnello, o escolheu  e nomeou para apurar os fatos macabros  e apresentar um relatório conclusivo.
   
    Agnello não somente aceitou a missão como, em tempo recorde, apurou os fatos e concluiu atestando que o grupo de extermínio estava dentro do aparelho policial e apontava nominalmente os autores, oficializando  o que muitos tinham vontade  de dizer e não tinham coragem.
    Os envolvidos, seu apoiadores e torcedores ficaram furibundos e tentaram reduzir a importância  da  investigação, acusando Agnello de só ouvir bandidos, ao que ele do alto da sua verve inigualável respondeu, mais ou menos assim:
  “Não me foi pedido para apurar fatos ocorridos em mosteiros, conventos, ou na cúria metropolitana. Estamos apurando crimes de sicários, justiceiros e exterminadores  cuja ação a cidade conhece. Então queriam que eu fosse ouvir as freiras do Convento das Clarissas ou  do Colégio das Damas cristãs ou ainda D. Manoel Pereira?”  Nada mais disse nem lhe foi perguntado.
   Conclusão: o caso foi encerrado, os autores foram presos como réus confessos e encerrou-se a ciranda da morte  anunciada  diariamente.
    Se hoje surgisse no  Rio de Janeiro um personagem da estirpe e da coragem de Agnello Amorim, o processo da execução sumária da vereadora  Marielle Franco já teria sido desvendado há muito tempo.
    Tem muitas de Agnello que irei contar depois. Aguardem!

Relacionados

A esperança voltou!

  A semana que antecedeu as convenções partidárias foi muito movimentada, notadamente pela visita à Paraíba do presidente Luiz Inácio da Silva- Lula. A festa...

Processos eleitorais semelhantes?

As últimas eleições presidenciais realizadas nos Estados Unidos, aconteceram no ano de 2020 numa disputa ferrenha e num clima de discórdia acirrado, cenário nunca...

A verdadeira face de Jesus

Em que pese a nossa condição de ateu, nascemos num lar cristão. Portanto não nos constrange revelar a nossa identidade com as práticas cristãs....

2 COMENTÁRIOS

  1. Meu DEUS o Senhor com sua infinita bondade bem que poderia ressuscitar não só um mais acho que uns 27 (vinte e sete) número dos Estados brasileiros para pelo menos diminuir já que exterminar tá difícil, a bandidagem desse nosso PAÍS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

Tudo Passa Sobre a Terra

   Não foram poucas as vezes   que fizemos uso da famosa frase do escritor cearense José de Alencar, usada por ele ao finalizar o...

A esperança voltou!

  A semana que antecedeu as convenções partidárias foi muito movimentada, notadamente pela visita à Paraíba do presidente Luiz Inácio da Silva- Lula. A festa...

Um pequeno fragmento da história da Paraíba

  Não poderia deixar passar em branco em nossa coluna, o aniversário de nossa querida Parayba . Não vou entrar em detalhes ou contestar nada...

Você não é todo mundo

Hoje eu me reservo o direito de usar essa máxima usada por mães mundo afora para falar da minha mãe. Se tem uma coisa...

Mais Lidas

OS 11 princípios de Joseph Goebbels

Texto originalmente publicado em 08/01/2020    Joseph Goebbels, para os que não têm a informação, foi ministro da propaganda de Adolf Hitler e comandou a...

Você não é todo mundo

Hoje eu me reservo o direito de usar essa máxima usada por mães mundo afora para falar da minha mãe. Se tem uma coisa...

Trinta Navios de Dimas Macedo

Navegar, mergulhar e voltar à tona sempre foi um desafio na vida de Dimas Macedo. Os Navios construídos por ele navegaram do Rio Salgado...

Um pequeno fragmento da história da Paraíba

  Não poderia deixar passar em branco em nossa coluna, o aniversário de nossa querida Parayba . Não vou entrar em detalhes ou contestar nada...