fbpx
27.1 C
João Pessoa
Início João Vicente Machado Agonia e Morte do Lago de Utah

Agonia e Morte do Lago de Utah

 

Que o planeta terra está passando por transformações aceleradas não é mais novidade para ninguém. As mudanças climáticas são fenômenos naturais inexoráveis, necessários e estão em curso de forma natural  há milhões de anos, desde quando aconteceu a grande explosão do Big Bang.

Portanto a vida não teria sido possível no planeta terra, sem que as mudanças climáticas tivessem acontecido. Foram elas que permitiram a saída de várias espécies de vida da água para viverem na terra, ou nos dois ambientes como anfíbios.
Como a mãe natureza tem seu ritmo e faz tudo a seu tempo, ela não tem sintonia com a cronologia de vida de nenhum ser vivo, seja ele animal ou vegetal, até porque, por ser mãe, acolhe a todos os seres vivos  como filhos.

Pois bem, esse ritmo da natureza começou a ser alterado com o surgimento de diversas espécies, inclusive e principalmente, por uma nova espécie que viria modificar todo cronograma da sustentabilidade na face da terra, o Homo Sapiens!

É muito conhecida e comprovada cientificamente, a extinção dos dinossauros. Foi uma hecatombe que resultou numa extinção em massa, acontecida há mais ou menos 65,5 milhões de anos, marcando o fim do período cretáceo e o início do paleocênico.

Os achados arqueológicos  foram acontecendo, inclusive no nosso estado da Paraíba e nos estados vizinhos do Ceará e do Piauí. Foi através desses achados que se tornou  possível comprovar, não somente a extinção dos dinossauros, como a evolução e a extinção de tantas outras espécies de vida, causadas por hecatombes naturais.

O planeta terra, segundo os registros históricos, já passou por 5 (cinco) extinções naturais de espécies de vida e, segundo a opinião dos cientistas, dos climatologistas e dos ambientalistas, está em curso a sexta extinção, numa celeridade bem superior às anteriores, onde a espécie humana é o maior catalisador.

Utah é um estado do meio oeste estadunidense e compõe a federação dos Estados Unidos da América do Norte-USA, com os seguintes limites: Idaho (norte), Wyoming (nordeste), Colorado (leste), Arizona (sul), Nevada (oeste) Novo México (sudeste).

No noroeste do estado, próximo à fronteira com Idaho, localiza-se o Great Salt Lake, (Grande Lago Salgado), um grande lago de águas  salgadas objeto deste artigo.

O estado de Utah tem uma área total de 219.881,91Km2, enquanto a área do lago salgado que varia muito de profundidade, tem 8.500Km2, e ocupa 4% do território do estado.

Um ancestral pré-histórico seu, o Lago Bonneville de 16.800 anos atrás, tinha uma área de 58.000Km2, maior do que a área do estado da Paraíba.
O economista Paul Krugman, numa matéria sobre mudanças climáticas escrita na Folha de São Paulo de 14 de junho de 2022, revela em um dos trechos:

“Ondas de calor e secas já existiam antes que o planeta começasse a aquecer; períodos de frio ainda ocorrem mesmo com o planeta mais quente em media do que no passado. Não é preciso uma análise sofisticada para mostrar que há uma persistente tendência de aumento das temperaturas, mas muitas pessoas não são convencidas por análises estatísticas de qualquer tipo, refinadas ou não, apenas pela experiência bruta.”

E completa o raciocínio com um exemplo:

“….um executivo sênior do Banco HSBC, deu uma palestra na qual declarou: quem se importa se Miami estiver debaixo d’agua daqui a cem anos?”

São mentalidades curtas  como essas que precisamos enfrentar com argumentos e com muita coragem. Burgueses embriagadas pelo dinheiro e fortalecidos pela influência que exercem na superestrutura do aparelho de estado, pensam o meio ambiente com essa concepção, e quando contrariados respondem através do cano do fuzil.


Entre as causas da agonia de morte do Great Salt Lake, a mão humana está presente direta e indiretamente em quase todas elas.

Os  principais rios tributários do Salt Lake, contribuem com 66% da água doce que ainda hoje continua a entrar no lago são:

O Rio Beer, Weber e Jordan que transportam água doce derretida da neve das montanhas circundantes. A contribuição fluvial é completada, adicionalmente, pela água que cai diretamente das chuvas, a que jorra dos lençóis freáticos e das nascentes da grande bacia hidrográfica, onde uma parte já é desertificada.

Um simples diagnóstico visual do lago, mostra claramente  que  balanço hídrico  é negativo.  Isso significa dizer que o volume de água que entra na bacia hidráulica do lago, é menor do que o volume perdido, principalmente pela evaporação.

Na dinâmica do ciclo hidrológico e por causa da evaporação, o sal vai  ficando amontoado  no solo, enquanto  a água sobe para a atmosfera. Algo semelhante à morte do corpo humano que fica sem vida  e em decomposição na terra, enquanto e espirito se eleva  para voltar depois.

No leito de qualquer lago se acumulam materiais orgânicos diversos, além do sal que a água corrente arrasta consigo no contato com a terra. Pois bem, tudo isso junto, compõe o fundo lacustre do Great Salt Lake.

A primeira e fundamental causa da morte do grande lago salgado foram os barramentos dos seus contribuintes principais de forma inadequada e, a morte sucessiva das nascentes dos cursos d’agua secundários, da mesma forma que ocorreu no mar de Aral na União Soviética-URSS. Esse fenômeno está muito próximo de nós e acontece atualmente na bacia hidrográfica do nosso Rio São Francisco.

No caso do desastre ambiental do mar de Aral na Rússia:

“Decisões equivocadas da URSS secaram um dos maiores lagos do mundo e causaram uma sucessão de problemas ambientais.”

No caso da morte ambiental do Great Salk Lake, as consequências são bem mais sérias do que possam nos parecer.

Kevin Perry, presidente do departamento de ciências atmosféricas da universidade de Utah e o Utah Geological Survei, têm chamado a atenção para alguns aspectos importantes que nos assustam e dos quais destacaremos  alguns trechos:

“A desaceleração econômica não é a única ameaça aos humanos da área. O solo de Utah é naturalmente rico em arsênico um composto tóxico, que causa uma série assustadora de problemas de saúde…. Quando o vento sopra como costuma acontecer com bastante violência, ele levanta o leito empoeirado do lago.” Afirmou para completar: “Uma das nossas preocupações são as partículas que saem do lago e entram nos pulmões das pessoas”

Pelo que ainda  informa  a matéria da CNN, “dez milhões de pássaros todos os anos vêm ao lago para se alimentar da vida marinha. Mais pelicanos se reproduzem na área do que em qualquer outro lugar do país.”

Para discorrer detalhadamente sobre o grande Lago Salgado de Utah, necessário seria um um verdadeiro tratado e um  espaço bem maior. Todavia o nosso artigo tem o condão de despertar a todos para a gravidade dos problemas ambientais que são concretos e as suas graves consequências. O Brasil está passando atualmente por um processo de destruição em todos os nossos biomas, principalmente pelas ações criminosas que vem ocorrendo na amazônia, matando a natureza e eliminando as pessoas que se contrapõem.

 

No governo do sr. Jair Bolsonaro as questões da sustentabilidade que já padeciam do descuido, tomou um rumo contrário à opinião da ciência. Todos os órgãos públicos encarregados pela preservação do meio ambiente foram esvaziados financeiramente, subjugados administrativamente e ocupados por capatazes de pouca ou nenhuma competência. O exemplo maior foi o ex ministro do meio ambiente Ricardo Salles, de comportamento nada republicano.

A FUNAI, cuja finalidade é a defesa dos povos da floresta, hoje, além de fugir das suas obrigações, tem deixado muito a desejar, passando por cima das decisões do seu capacitado corpo técnico, em obediência a mineradores, garimpeiros e agropecuaristas.

Além da devastação ambiental contínua e progressiva, as mortes misteriosas de indigenistas, sertanistas e ambientalistas passaram a acontecer com maior frequência.

Esperamos que a frase do guerreiro Apache Cochise, não se efetive antes que seja tarde demais:

“Quando o homem cortar a última árvore, envenenar o último peixe e secar o último rio, então, ele vai aprender que não se pode comer dinheiro.”

 

Consulta:
Great Salt Lake – Wikipédia (wikipedia.org)
O que foi o desastre do mar de Aral? – Super (abril.com.br)
O Big Bang – Mundo Educação (uol.com.br)
https://www.bing.com/search?q=folha+de+s%C3%A3o+paulo&form;

Fotografias:
Mapa de Utah – EUA Destinos;
A tragédia ecológica do Mar de Aral (resistir.info);
Quantas espécies de dinossauros já foram encontradas? | Super (abril.com.br);
O Big Bang – Mundo Educação (uol.com.br);
Evolução Humana: Documentário completo – Biólogo (biologo.com.br);
Melhores 5 coisas para fazer em Tooele Utah | Utah.com;
Estranho mineral “marciano” no Grande Lago Salgado de Utah, nos EUA (hypescience.com);
PF apura desaparecimento de indigenista e jornalista na Amazônia (gazetacentral.com.br);
https://br.pinterest.com/pin;

Relacionados

Tudo Passa Sobre a Terra

   Não foram poucas as vezes   que fizemos uso da famosa frase do escritor cearense José de Alencar, usada por ele ao finalizar o...

Absolutismo á Brasileira em Pleno no Século 21

O absolutismo foi um sistema de governo político e econômico, adotado na Europa entre os séculos XVI e XVIII, na fase transitória entre o...

Processos eleitorais semelhantes?

As últimas eleições presidenciais realizadas nos Estados Unidos, aconteceram no ano de 2020 numa disputa ferrenha e num clima de discórdia acirrado, cenário nunca...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

Lula-lá: Sem Medo de Ser Feliz

Desde a minha infância vivida na minha cidade natal, Lavras da Mangabeira CE, me habituei a ouvir modinhas e parodias usadas no período de...

Asas que voam

Pelas frestas da janela, essas lembranças invadem o quarto sombrio daquele tempo escorrido nas noites do passado. Uma vez, recordo bem, reservara a mim...

Julgar é fácil, difícil é ser

Como podes dizer a teu irmão: Permite-me remover o cisco do teu olho, quando há uma viga no teu? Hipócrita! Tira primeiro a trave...

Tudo Passa Sobre a Terra

   Não foram poucas as vezes   que fizemos uso da famosa frase do escritor cearense José de Alencar, usada por ele ao finalizar o...

Mais Lidas

OS 11 princípios de Joseph Goebbels

Texto originalmente publicado em 08/01/2020    Joseph Goebbels, para os que não têm a informação, foi ministro da propaganda de Adolf Hitler e comandou a...

Você não é todo mundo

Hoje eu me reservo o direito de usar essa máxima usada por mães mundo afora para falar da minha mãe. Se tem uma coisa...

Um pequeno fragmento da história da Paraíba

  Não poderia deixar passar em branco em nossa coluna, o aniversário de nossa querida Parayba . Não vou entrar em detalhes ou contestar nada...

A esperança voltou!

  A semana que antecedeu as convenções partidárias foi muito movimentada, notadamente pela visita à Paraíba do presidente Luiz Inácio da Silva- Lula. A festa...