fbpx
28.1 C
João Pessoa
Início Emerson Monteiro Jesus qual salvador da Humanidade

Jesus qual salvador da Humanidade

Após reconhecer a sua desobediência, Lúcifer foi abordado por Deus a seguir o caminho do Bem, no que recusou terminantemente, achando-se superior ao nosso Superior. Disso, dessa posição de rebeldia, decidiu confrontar as leis de Deus e quis determinar a si um território na existência donde pudesse fazer frente aos poderes maiores e reinar conjuntamente. No entanto, face à total impossibilidade daquela pretensão, e diante da bondade do Poder, Lúcifer viu-se na condição única de enfrentar as determinações que os fatores do equilíbrio determinam, portanto seria, por isso, chamado a campo de batalha e ter de enfrentar as hostes do Bem numa grande e extrema batalha, levando ao confronto os exércitos de anjos decaídos que consigo trazia. Alegou, porém, a desigualdade, consignada pela desproporção das forças, conquanto o poder de Deus é infinito, o tanto não acontecendo com as forças do Mal.

Visto o senso de justiça que predomina junto ao Bem, foi proposta o teste da vinda de Jesus a viver as mesmas contradições da vida material, a fim de experimentar de igual para igual as condições vividas por Lúcifer e seus anjos, desafio proposto por ele. Decerto aceita essa condição, vista a bondade do Pai e sua infinita Misericórdia, Jesus veio a enfrentar, pois, todos os limites da vida na matéria, inclusive submetendo-se às tentações sucessivas de Lúcifer, senhor do reino da Terra, que o seguiu durante a passagem neste chão.

Nisso, Jesus trouxe consigo a Salvação, isto é, salvar pelo exemplo de sua história viva a incorrer nas circunstâncias humanas no mundo material e suas fragilidades, com isso demonstrando a fórmula exata de se libertar das condições terrenas e ganhar os níveis superiores, conquista obtida em definitivo no plano espiritual pelos seus seguidores que quiserem largar os apegos da matéria e o segmento de Lúcifer. Eis o modo pelo qual significa a Salvação que veio aqui propagar entre nós seres humanos, de vencer o mundo e resgatar os espíritos a Deus. Daí dizer-se que Jesus morreu por nós e resgatou nossos pecados na Cruz, sem, mesmo assim, dispensar que devamos, também, fazer a nossa parte e seguir os seus passos, seus ensinos, na vida material através das práticas da virtude e do Bem. Do jeito que precisou aceitar as condições de ter de vir à Terra e confrontar as fraquezas da matéria e vencer o mundo, os espíritos carece de renunciar ao eu velho e permitir que nasça em si Jesus, o Eu Maior. Não existe salvação sem a aquiescência e o entrega total dos humanos. Vencer o eu inferior e despertar o Eu Superior, o divino Espírito Santo, em nós, esta a missão das existências humanas que representa todas as oportunidades reencarnatórias a que vêm os espíritos nas suas tantas vezes que recebem o corpo físico, a fim de resgatar a si mesmo para Deus. Fazes por ti que os Céus te ajudarão, no dizer da linguagem popular.

Destarte, que cada um de nós faça sua parte a seguir Jesus no seu empenho que de vencer o mundo físico e ganhar a vida definitiva, razão essencial de todos os momentos enquanto aqui estivermos. Somos o campo das transformações do tanto espera a grande família humana por meio de todos os seres humanos, à luz da Eternidade, a aceitação da Salvação propiciada por Jesus.

Relacionados

O justo fruto das nossas ações

O ímpio recebe pagamentos enganosos, mas quem semeia a justiça colhe segura recompensa. Provérbios 11:18 Ao chegar da escola, ainda contrariada por causa de alguma...

O pato e a garrafa

Nas técnicas adotadas pelo Zen Budismo existem os koans (pequenas histórias enigmáticas destinadas a confundir o intelecto até que apreenda que existe dimensão além...

O cerco de Mossoró

Mossoró, no Rio Grande do Norte, possuía algo em torno de 20 mil habitantes quando Virgulino Ferreira da Silva resolveu impor a chantagem de...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

Tudo Passa Sobre a Terra

   Não foram poucas as vezes   que fizemos uso da famosa frase do escritor cearense José de Alencar, usada por ele ao finalizar o...

A esperança voltou!

  A semana que antecedeu as convenções partidárias foi muito movimentada, notadamente pela visita à Paraíba do presidente Luiz Inácio da Silva- Lula. A festa...

Um pequeno fragmento da história da Paraíba

  Não poderia deixar passar em branco em nossa coluna, o aniversário de nossa querida Parayba . Não vou entrar em detalhes ou contestar nada...

Você não é todo mundo

Hoje eu me reservo o direito de usar essa máxima usada por mães mundo afora para falar da minha mãe. Se tem uma coisa...

Mais Lidas

OS 11 princípios de Joseph Goebbels

Texto originalmente publicado em 08/01/2020    Joseph Goebbels, para os que não têm a informação, foi ministro da propaganda de Adolf Hitler e comandou a...

Você não é todo mundo

Hoje eu me reservo o direito de usar essa máxima usada por mães mundo afora para falar da minha mãe. Se tem uma coisa...

Trinta Navios de Dimas Macedo

Navegar, mergulhar e voltar à tona sempre foi um desafio na vida de Dimas Macedo. Os Navios construídos por ele navegaram do Rio Salgado...

Um pequeno fragmento da história da Paraíba

  Não poderia deixar passar em branco em nossa coluna, o aniversário de nossa querida Parayba . Não vou entrar em detalhes ou contestar nada...