fbpx
27.1 C
João Pessoa
Início Bodão Ferreira Educamar - Cordel Freiriano

Educamar – Cordel Freiriano

O cordelista Bodão Ferreira nos presenteia hoje com mais um cordel interessante da criação dele. O título é muito sugestivo e funde duas palavras para expressar seu pensamento sobre educação e amor, EDUCAMAR.

Como professor e sobretudo como poeta ele faz uma justa e merecida apologia em versos e dedica  à Pedagogia do Oprimido de autoria do genial   Paulo Freire e o seu método de alfabetização inclusivo, que abarca da criança ao idoso.

A classe trabalhadora precisava  de uma teoria e recebeu de Karl Marx  a filosofia Materialista para juntar os seres vivos à matéria diversa: casa, mesa, enxada, caneta, cerca, açude e tudo quanto envolve o ser pensante no seu habitat,  para conectar seu raciocínio ao cotidiano das pessoas juntas às coisas que o cercam. Juntando-as à Dialética idealizada de forma idealista por Hegel, produziu um método para uso na transformação das coisas e na produção e reprodução de riqueza: O Materialismo Dialético!

O genial Paulo Freire,  inspirado no método de Marx e inventou a Pedagogia do Oprimido!  a qual e de maneira muito simples Bodão Ferreira nos traz hoje!

Vamos com ele!

 

 

Há muito tempo se estuda
Sobre o jeito de educar
O que se faz necessário
Para aprender e ensinar?
Disse um grande educador
Que ensino Transformador
É uma forma de amar

Paulo Freire acreditava
Que a educação só muda
Quando há uma ligação
Entre o ser que estuda
O que a ele leciona
Essa troca ocasiona
Uma mútua ajuda

Não se pode ver o aluno
Como um número na sala
A voz vinda do docente
Não é a que a turma cala
Tende a ele provocar
Promover e mediar
Cada qual e sua fala

A docência pra Freire
É ter sensibilidade
Cada um sabe seus medos
Problemas, dificuldades
Que se expressam no saber
E embargam o aprender
E a produtividade

Que além de escrever e ler
É necessário pensar
Que muitos dos estudantes
Antes da aula começar
Saíram cedo do dia
Com a barriga vazia
E assim foram estudar

Que m não têm acesso
A livros , museus, viagens
Cinemas, shows e internet
E muitas das abordagens
Devem ser elaboradas
E de certo analisadas
No ensinoaprendizagem

Entender o estudante,
Sua vida em comunidade
Quais traços cotidianos
Entram na atividade
Do ambiente escolar
Podendo exercitar
A sua realidade

Pega os nomes da família
Para estudar gramática
Conta as árvores da praça
Para aula de matemática
Peça uma poesia
Fazendo que a teoria
Fique ao lado da prática

Juntando o “ca” com “sa”
Mostre que se encontra casa
Que existe uma discussão
Além da fonética rasa
E a desigualdade está
Nas casas, no habitar
Na chama à gás ou á brasa

E a partir das palavras
Ler o todo, o mundo, a vida
Compreendendo as diferenças
Entre exclusão e acolhida
Socializando o saber
Podendo ler e escrever
A liberdade da vida

“E se os nossos educandos
Forem maiores de idade?
Também devemos ouvir
A sua realidade
Sobre as experiências
Seus saberes, influências
Trabalhos e habilidade

É importante entender
Que houveram proibições
Que impediram de estudar
Por outras obrigações
Tendo que ir trabalhar
Não podendo frequentar
Essas instituições

E como diz em um livro
“Enquanto vida, esperança”
Quem não pôde ir á escola
No seu tempo de criança
Sempre existe outra chance
E  se estiver ao alcance
Promoveremos mudança

Educar é não fugir
Do debate gerador
De estudar a realidade
Com perfil transformador
Educação é passagem
“É um gesto de coragem
e um ato de amor”

É a ausência de barreiras
Entre estudante e docente
E saber que ambos comportam
Conhecimentos diferentes
Para ensinar e aprender
O educador deve ser
Mediador e não tenente

Estudar não se limita
A decodificar sentenças
É entender a sociedade
Como funciona e pensa
Por que há rico e pobre
Qual deles o poder cobre
E qual o sistema dispensa?

Por que tem gente vivendo
Em gigantescas mansões
Que sonegam ao estado
Impostos e concessões?
Em quanto outros padecem
Passam fome, adoecem
E morrem nos calçadões

Porque quem faz o tijolo
Mora em casa de madeira?
E quem tange o gado no pasto
Não tem uma churrasqueira
Por que fora da escola?
Tem gente pedindo esmola
COM CRIANÇAS PELA FEIRA?

Não é só ler frases postas
Mas também interpretar
Exercendo a liberdade
De sugerir e questionar
Além do que a frase diz
Entender sua raiz
E o que comunicar

É proporcionar encontros
Entre a cultura, a arte
Permitindo ao educando
Se sentir da aula parte
Trocando conhecimento
Que tende a ter aumento
Toda vez que se reparte

Educador, para Freire
Não é quem sabe de tudo
Nem aluno é folha em branco
Antes do acesso ao estudo
Eu te ensino, tu me ensinas
O saber se dissemina
Contigo, o mundo eu mudo

Não há escola sem lado
Sem propósito, intenção
Ou se exercita a censura
Ou a acolhida, a inclusão
Ou se fala em igualdade
Transformação, liberdade
Ou se impõe submissão

Nesse caso escolhemos
O lado em que educar
Não alimenta a opressão,
E sim incluir, integrar
Considerando importante
Cada saber estudante
No aprender ensinar

Dentre cada individuo
Todo saber tem valor
E não se pode afirmar
Qual saber é superior
Educação é partilhar
Se reler, retificar
E um grande ato de amor

Relacionados

60 anos sem João Pedro Teixeira

No dia 02 de abril próximo passado,  foi celebrada a morte por execução  através de uma emboscada  covarde, do trabalhador rural  João Pedro Teixeira,...

Terra sem veneno

  Atualmente no Brasil, a saúde pública é constantemente ameaçada pela liberação de uso de diversos agrotóxicos na agricultura. O envenenamento da terra e dos...

As benzedeiras

Desde os primórdios, os seres humanos buscaram meios de sanar necessidades básicas como se alimentar e se proteger de fenômenos climáticos ou de possíveis...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

A volta imperiosa dos trens de passageiros

A necessidade que a grande massa trabalhadora tem, em sair diariamente de suas casas e chegar ao trabalho no horário previsto, vem se tornando...

Os Enganos pregados pelos homens em nome de Deus

Em nosso último artigo, falamos um pouco a respeito do Livro de Espíritos e escolhemos falar de Deus. Explicamos que é Deus segundo os...

O primeiro inventor da Paraíba

Quando o escritor português José Saramago lançou o “Memorial do Convento”, um dos seus livros mais elogiados, muitos leitores se depararam pela primeira vez...

Dia do Trabalho?

O dia mundialmente consagrado ao trabalho no ano em curso, irá  coincidir   com uma grave crise  econômica   que gerou a pior das recessões dos...

Mais Lidas

Os Enganos pregados pelos homens em nome de Deus

Em nosso último artigo, falamos um pouco a respeito do Livro de Espíritos e escolhemos falar de Deus. Explicamos que é Deus segundo os...

O que podemos entender como TRABALHO?

  Com a  proximidade  iminente do dia do trabalho e em função das  nossas ligações históricas com as representações  sindicais de visão classista, fui abordado...

Gonzaguinha

Ontem à noite, pela Rádio Universitária Urca, ouvi uma dessas músicas inesquecíveis que vivem guardadas nos redutos da memória, Feliz, das composições de Gonzaguinha,...

Os maiores Cânions do mundo

Há  dias passados  assistimos um documentário  sobre o Rio Poty que envolve a sua  travessia da Serra da Ibiapaba nas proximidades  da cidade de...