fbpx
23.6 C
João Pessoa
Início João Vicente Machado Um campeonato indesejado

Um campeonato indesejado

 

O Brasil figura no ranking mundial como o terceiro maior produtor de alimentos do mundo, destacando-se também como o segundo maior exportador mundial de produtos alimentícios.

O assunto que trazemos hoje é sobre os alimentos, a sua qualidade  e o manejo usado na sua produção. O tema é de total interesse de todos aqueles que fazem uso dos alimentos, ou seja, todos os seres vivos que comem e que precisam ter informações sobre a qualidade  do que é servido na sua mesa.

Desde que se iniciou a decadência na nossa indústria de transformação, o Brasil foi perdendo gradualmente a competitividade no mercado internacional de bens duráveis, sendo obrigado pelas circunstancias a mudar a pauta de exportações, a maior captadora de recursos externos para o equilíbrio do nosso balanço de pagamentos.

Pauta das Exportações brasileiras

As nossas transações comerciais passaram a depender da economia primária através  das chamadas commodities. Nesse aspecto, a exportação de alimentos produzidos pelo agronegócio, juntamente com a exportação do minério de ferro, além  do petróleo bruto, ganharam espaço nas nossas trocas internacionais e passaram a ter um peso considerável na nossa balança comercial.

Na medida que a produção de alimentos no Brasil crescia e ganhava destaque no mercado internacional, houve a necessidade de uma  maior produtividade, da expansão da área de plantio, o que exigia um maior  consumo de adubos e biocidas.
Desnecessário dizer que essa sofreguidão produtiva provocou um triplo impacto no meio ambiente, tanto pelo aspecto do desmatamento predatório, como pelo uso indiscriminado de biocidas, além da disseminação sem controle das sementes transgênicas sob o olhar leniente de cumplicidade do governo federal.

No tocante à Produção de alimentos o ranking mundial tem a China em primeiro lugar, os Estados Unidos em segundo, o Brasil em terceiro e a Índia em quarto lugar.
Há um aspecto importante a ser considerado com relação a listagem anterior que é o contingente populacional de cada um deles. A China ocupa o primeiro lugar, a Índia o segundo, os estados unidos o terceiro e o Brasil o quarto lugar.

A concentração demográfica confrontada com a produção de alimentos faz com que o Brasil tenha uma vantagem sobre os demais países, o que o tornou o segundo maior fornecedor de alimentos do mundo. Em outras palavras, o que o Brasil produz é mais do que suficiente para alimentar seu povo. Aí reside uma brutal contradição: como é que produzindo a quantidade de alimentos que produz, o Brasil tem 40% da sua população abaixo da linha da miséria, dos quais 21% de famintos?

A apropriação dos recursos naturais é uma necessidade inquestionável para a sobrevivência dos seres vivos. Todavia essa necessária apropriação tem de ser feita de maneira sustentável, de modo a não comprometer a sobrevivência das gerações de seres vivos  futuros, inclusive o bicho humano, o mais devastador de todas as espécies.

Todo processo de produção tem inicio  com o desmatamento indiscriminado feito de forma predadora e com o intuito de aumentar a produtividade, o uso descontrolado tanto de sementes transgênicas mais produtivas e resistentes às pragas, como de adubos e biocidas de largo espectro que afetam a saúde de todos os seres vivos de forma deletéria.

O Brasil é campeão do mundo tanto em desmatamento como no uso de sementes transgênicas, adubos e biocidas, com o aval do parlamento nacional por onde passam e de onde vêm as leis, além da leniência e cumplicidade do poder executivo.

O Uso Abusivo de Adubos e Biocidas

Recentemente transitou pelo congresso o PL6922 para  “flexibilizar” ainda mais o uso de agrotóxicos, naquilo que ficou caracterizado como a lei do veneno, que foi apreciada e avalizada pelo que os paulistanos chamaram “A Bancada do Câncer”.

Durante o governo Bolsonaro houve um aumento sistemático no uso de agrotóxicos. Desde 2019 o governo Bolsonaro liberou cerca de 1500 novos agrotóxicos, o que representa 40% de todo registro da história do país. Naquele ano foram vendidas no Brasil 620 mil toneladas de agrotóxicos, segundo boletim do próprio Ibama. Desse total 38,3% são “altamente” ou “muito perigosos” e 59,03% são “perigosos”. E o restante, 2,4% “pouco perigosos.”

Que o governo Bolsonaro não tenha compromisso com a nação brasileira, isso já é do conhecimento de todos, Ele já ameaçava de viva voz, antes mesmo da campanha, quando ainda era candidato.
Todavia, um parlamento que se diz representante do povo, não poderia nunca dar o aval a um crime doloso como esse, praticado contra a nação.

Parte da bancada da Paraíba, a “Bancada do Câncer” esteve presente oferecendo aval a esse crime. Mesmo aqueles que estavam ausentes não o fizeram por neutralidade e sim por conveniência, pois são totalmente alinhados e aliados do atual governo e têm votado em tudo quanto é contra os trabalhadores. São nove ou dez deputados e uma senadora que sempre votam contra o povo que dizem representar e a quem pedem o voto em toda eleição.

É por essa e tantas outras que temos insistido na tese de que as eleições desse ano são de fundamental importância para a classe trabalhadora, numericamente majoritária, porém e contraditoriamente a mais explorada por uma minoria esmagadora, ávida por lucro, que vem se locupletando ao longo dos séculos. Na hora da votação a legião de explorados terá a responsabilidade de eleger representantes originários do seu nicho, na tentativa de alcançar um equilíbrio que impeça a chantagem espúria sobre o executivo que ao que parece iremos eleger.

Eleger Lula presidente é importante, porem é preciso assegurar a governabilidade para que ele possa fazer  as mudanças que se impõem.

Lembre-se: não aceite a ideia de votar por favor ou por dinheiro porque em assim sendo o seu voto só valerá um dia em quatro anos. Saiba dizer não às oligarquias e aos seus prepostos!

 

 

 

 

Consultas:https://www1.folha.uol.com.br/ambiente/2022/02;
Avisite-carnefrangoperdeposicao.png (530×492) (sna.agr.br)

Fotografias: Afinal, o Brasil é o maior consumidor de agrotóxico do mhttps://www.amazon.com.br/s?k=alimentos+transg%C3%AAnicoundo? – Instituto Humanitas Unisinos – IHU

Relacionados

Afinal de Contas Que Canal é Esse?

Canal é um dispositivo hidráulico usado para transporte de água, muito conhecido de todos nós, desde a primitiva levada de terra, até os canais...

Tudo Passa Sobre a Terra

   Não foram poucas as vezes   que fizemos uso da famosa frase do escritor cearense José de Alencar, usada por ele ao finalizar o...

Absolutismo á Brasileira em Pleno no Século 21

O absolutismo foi um sistema de governo político e econômico, adotado na Europa entre os séculos XVI e XVIII, na fase transitória entre o...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

Afinal de Contas Que Canal é Esse?

Canal é um dispositivo hidráulico usado para transporte de água, muito conhecido de todos nós, desde a primitiva levada de terra, até os canais...

Um beijo para o gordo

Sempre me pareceu um pouco tolo a emoção que muitas pessoas demonstram quando algum famoso morre. São famosas as cenas, como nos funerais de...

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Esqueceram o Marquês

A passagem de efemérides, como a do segundo centenário da nossa Independência, faz com que algumas figuras históricas daquele momento sejam rememoradas (em regra,...

Mais Lidas

OS 11 princípios de Joseph Goebbels

Texto originalmente publicado em 08/01/2020    Joseph Goebbels, para os que não têm a informação, foi ministro da propaganda de Adolf Hitler e comandou a...

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Asas que voam

Pelas frestas da janela, essas lembranças invadem o quarto sombrio daquele tempo escorrido nas noites do passado. Uma vez, recordo bem, reservara a mim...

Julgar é fácil, difícil é ser

Como podes dizer a teu irmão: Permite-me remover o cisco do teu olho, quando há uma viga no teu? Hipócrita! Tira primeiro a trave...