fbpx
28.1 C
João Pessoa
Início Emerson Monteiro Tempo de contradições parece dominar:que dizer nessa hora?

Tempo de contradições parece dominar:que dizer nessa hora?

Neste tempo de enormes contradições que parecem dominar o palco dos acontecimentos mundiais, o que deixa vir à tona e acrescenta algo que seja de esperança e mudança positiva. Tempos de guerras localizadas, mesmo assim não menos cruéis do que as mundiais, com morticínio em massa de grupos sobre grupos, aos olhos de uma humanidade incapaz de apresentar saídas justas e equilibradas. Hora crítica também no quadro sanitário, com virose de proporções inimagináveis a ceifar vidas dentre todos os povos. Fase de crise alimentar que se alastra no Planeta e ameaça sobremodo os países mais populosos. Urgência de lideranças honestas e estadistas de visão que possam mitigar a necessidade coletiva de comandos justos. Que dizer, pois, que represente alguma perspectiva, invés de encher o espaço, pura e simplesmente, de aflição e desânimo. Olhemos com olhos claros.

A expansão indisciplinada dos seres humanos pela face da Terra, cedo ou tarde, daria nisso, numa ausência de sentido às experiências egoístas dos poderosos na luta de fracos e fortes, que significa poder viver diante das suas carências básicas. Até convencer os donatários da riqueza de que os recursos naturais devem ser repartidos de igual para igual nenhum sintoma indica esta sensibilidade nos viventes atuais. Apenas uma sede galopante de posse empana os céus. Aonde virar e vemos a ganância prevalecer sobre o bom senso.

Seguíssemos assim, haveria impasse absoluto na existência da vida. No entanto há que surgir alternativa que vença tais inviabilidades. Em termos práticos, a força de uma certeza maior que prevaleça quanto a tudo de ruim. Os limites aí estão face ao quadro dantesco de um momento jamais vivido. Só a destruição, por si só, em nada representaria o Poder maior das existências que nos trouxe até aqui. Queremos crer, por isso, por tamanha adversidade a superar, que vivemos agora um novo desafio, parto de novos tempos e novas luzes.

Relacionados

Asas que voam

Pelas frestas da janela, essas lembranças invadem o quarto sombrio daquele tempo escorrido nas noites do passado. Uma vez, recordo bem, reservara a mim...

O justo fruto das nossas ações

O ímpio recebe pagamentos enganosos, mas quem semeia a justiça colhe segura recompensa. Provérbios 11:18 Ao chegar da escola, ainda contrariada por causa de alguma...

O pato e a garrafa

Nas técnicas adotadas pelo Zen Budismo existem os koans (pequenas histórias enigmáticas destinadas a confundir o intelecto até que apreenda que existe dimensão além...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

Um beijo para o gordo

Sempre me pareceu um pouco tolo a emoção que muitas pessoas demonstram quando algum famoso morre. São famosas as cenas, como nos funerais de...

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Esqueceram o Marquês

A passagem de efemérides, como a do segundo centenário da nossa Independência, faz com que algumas figuras históricas daquele momento sejam rememoradas (em regra,...

Lula-lá: Sem Medo de Ser Feliz

Desde a minha infância vivida na minha cidade natal, Lavras da Mangabeira CE, me habituei a ouvir modinhas e parodias usadas no período de...

Mais Lidas

OS 11 princípios de Joseph Goebbels

Texto originalmente publicado em 08/01/2020    Joseph Goebbels, para os que não têm a informação, foi ministro da propaganda de Adolf Hitler e comandou a...

Tudo Passa Sobre a Terra

   Não foram poucas as vezes   que fizemos uso da famosa frase do escritor cearense José de Alencar, usada por ele ao finalizar o...

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Asas que voam

Pelas frestas da janela, essas lembranças invadem o quarto sombrio daquele tempo escorrido nas noites do passado. Uma vez, recordo bem, reservara a mim...