fbpx
27.1 C
João Pessoa
Início Neves Couras Os homens semeiam a dor, Deus é o culpado?

Os homens semeiam a dor, Deus é o culpado?

O Homem desde o início dos tempos, procura um culpado para seus atos e suas misérias. Sejam elas econômicas sociais e até mesmo os eventos que mudam o modo de viver de toda uma nação ou mesmo do mundo, atribuindo a Ele as mortes causadas pelos eventos climáticos, as guerras e por último e não menos importante, as mortes causadas pelas pestes, e em nosso tempo, a pandemia.

Um dos maiores desastres já registrados pelo homem, que tínhamos notícias até agora, foi a Peste Negra causada por uma bactéria  Yersinia pestis   com  início  na China, em, 1333. Se espalhou em lugares densamente povoados, onde havia grande número de ratos. Teve início do século XIV, entre a Europa, o Norte da África e o Oriente médio. Alguns estudos apontam a existência de 100 milhões de habitantes, e que, em apenas quatro anos (1348-1352), 25% dessa população morreu. Em um período bem curto a Europa perdeu cerca de 20 milhões de pessoas devido a peste. A falta de conhecimento das pessoas, levadas por uma profunda necessidade de atribuir a algo ou a alguém a culpa, foi depositada, desta feita, às bruxas que supostamente envenenavam voluntariamente as pessoas. Os mulçumanos, por sua vez, culpavam os cristãos; para estes, a culpa era dos judeus; que culpavam os cristãos e os mulçumanos. A humanidade pereceu também com outras doenças, muitas em nosso tempo. Doenças como a varíola, sarampo, febre tifoide, febre amarela, cólera, AIDS, ebola, peste bubônica, vários tipos de gripes que ainda nos atingem brutalmente. E, a estas,  não podemos atribuir a Deus as suas causas.

Foi a varíola, por exemplo, responsável por uma pandemia que se espalhou pelo Império Romano no século II d.C. Acredita-se que tenha surgido na Índia e se alastrado pelo mundo causando enormes danos por onde passou. No Brasil, temos o primeiro registro da doença em 1563, na ilha de Itaparica, chegando até a Salvador. Matou muitos indígenas, afetou tanto o Brasil quanto outros países.

A humanidade ainda passou por outras doenças: Dentre elas a Gripe espanhola, que ao contrário do que o próprio nome sugere, teria surgido nos Estados Unidos, e a parti de 1918 dizimou em torno de 50 milhões de pessoas.  Foi uma mutação do vírus influenza, que surgiu em 1918, seus efeitos foram até 1919. Estudiosos acreditam que se espalhou pelo mundo pelas tropas americanas durante a Primeira Grande Guerra Mundial. A doença passou por três ondas, sendo a segunda a mais contagiosa e com maior taxa de mortalidade. Seu impacto foi muito grande. Acredita-se que no exército alemão, tenham adoecido 500 mil soldados, e também teria prejudicado ainda tropas francesas.

No Brasil, a doença chegou em setembro de 1918, durante a segunda onda, afetando várias regiões do pais. Os locais mais afetados foram Rio de Janeiro e São Paulo. Oficialmente morreram 50 milhões de pessoas em todo o mundo.

Não poderíamos deixar de falar de uma outra grande doença que abalou, e ainda abala, a humanidade. Refiro-me à Aids ou a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (na sigla em inglês) –  surge a partir dos anos l980, e segundo as estatísticas da UNAIDS Brasil, até ao final de 2019 morreram, em todo mundo, de doenças relacionadas à AIDS, 690.000 mil pessoas. Poderíamos trazer inúmeros outros alarmantes dados dessa enfermidade, mas não é esse, no momento nosso foco neste artigo.

Finalmente, chegamos a grande calamidade do momento: A COVID 19

Em março desse ano, foram registrados em três horas mais mortes do que todo mês de março de 2019. Seria demasiadamente cansativo repetir dados e informações que a todo tempo é veiculado pelos meios de comunicação do País e do mundo. Podemos sim, acrescentar que a ausência do Estado, tratamentos inadequados e falta de comprometimento e de conscientização do Governo, fazem parte dessa grande catástrofe. Não estamos mais no século XIV, onde as condições sanitárias e a falta de informações ainda eram inexistentes e quando existiam eram bastante precárias.

Mas afinal, o que Deus tem a ver com tudo isso? 

Informações do dia 06 de maio de 2021, apontam que o Brasil atingiu 417 mil mortes. Isso mesmo: mais de 400 mil mortes que em sua grande maioria poderiam ser evitadas.

“Mas tudo como Deus determina”! Essa afirmação não é verdadeira: Falo agora com um pouco conhecimento do que me ensinaram os Espíritos através de Allan Kardec, na Doutrina Espirita, organizada por ele  que teve seu primeiro livro publicado exatamente em 18 de Abril de 1857, – O LIVRO DOS ESPÍRITOS -,  e a primeira pergunta que Kardec faz aos Espíritos, no Capítulo I – pergunta número 1, é a seguinte: Que é Deus? R. “Deus é a inteligência suprema, causa primaria de todas as coisas”. Quando Kardec questiona sobre a existência de Deus, os Espíritos respondem: “Num axioma que aplicais às vossas ciências: não há efeito sem causa. Procurai a causa de tudo o que não é obra do homem e a vossa razão vos responderá.

Vamos avançar um pouco mais nos ensinamentos dos Espíritos. No livro Terceiro –  Capítulo I – Temos esclarecimentos de bem e do mal. A pergunta é a de número 629 – Que definição se pode dar da moral? Resposta: “A moral é a regra de bem proceder, isto é, a distinção entre o bem e o mal. Funda-se na observância da Lei de Deus. O homem procede bem quando faz tudo pelo bem de todos, porque então cumpre a Lei de Deus. E acrescenta: “ o bem é tudo o que é conforme a Lei de Deus, e o mal é tudo o que dela se afasta. Assim, fazer o bem é proceder de acordo com a Lei de Deus. Fazer o mal é infringir essa lei”.

Teríamos inúmeros ensinamentos a respeito da Lei e do que acontece quando não cumprimos com essa Lei. Dessa forma, eu poderia me questionar: Será que realmente eu e minha comunidade, meu estado, meu Pais, estamos todos cumprindo com a Lei. Será que o que tenho feito com o meu semelhante, me deixa de consciência tranquila a respeito de minha responsabilidade para com o outro? Sabemos que para que ele não se propague, se faz necessário, isolamento social e níveis de higiene até de certa forma, básicos. Mas quem faz parte da população vulnerável que não tem condições de cumprir com o isolamento social porque mora, em muitos casos, em moradias precárias e com grande número de pessoas dividindo o mesmo ambiente, e, muitas vezes sem nem mesmo estrutura de água encanada. Qual a minha participação ou contribuição na escolha dos governantes que ao longo de nossa história, usurparam de incalculáveis quantias direcionadas à construção de moradia digna, de instalação de equipamentos que garantem a qualidade da água e destino do lixo e do esgoto? O que e, quem tem procurado garantir recursos destinados à Educação, que garanta   oportunidades de aprendizado, a brancos, pretos homens e mulheres igualitariamente? Será que, em algum momento, eu tive a oportunidade de mudar essa situação econômica, social e financeira que nos encontramos hoje, e não o fiz? Como agora, diante de um quadro alarmante de mortes e de contínuo, desrespeito a vida de meu próximo, Eu tenho a coragem de dizer: A Culpa é de Deus? 

Relacionados

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Um pequeno fragmento da história da Paraíba

  Não poderia deixar passar em branco em nossa coluna, o aniversário de nossa querida Parayba . Não vou entrar em detalhes ou contestar nada...

Os movimentos do coração

Quando chegamos a esse planeta, viemos por necessidade. Pedimos para voltar por compromissos assumidos com quem não se deve falhar: o Pai Maior. Isso...

2 COMENTÁRIOS

  1. Entendi muito cedo que a vida é feita de escolhas e consequências. Meu pai nos ensinou uma fórmula simples de viver e difícil de usar: "faça aos outros o que gostaria que fizessem com você." Não é fácil, o mundo é escorregadio e de vez em quando me vejo no chão.
    Mas, é isso mesmo. O homem está colhendo os frutos do mal que tem feito natureza pela ganância e pelo poder. Lamentável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Esqueceram o Marquês

A passagem de efemérides, como a do segundo centenário da nossa Independência, faz com que algumas figuras históricas daquele momento sejam rememoradas (em regra,...

Lula-lá: Sem Medo de Ser Feliz

Desde a minha infância vivida na minha cidade natal, Lavras da Mangabeira CE, me habituei a ouvir modinhas e parodias usadas no período de...

Asas que voam

Pelas frestas da janela, essas lembranças invadem o quarto sombrio daquele tempo escorrido nas noites do passado. Uma vez, recordo bem, reservara a mim...

Mais Lidas

OS 11 princípios de Joseph Goebbels

Texto originalmente publicado em 08/01/2020    Joseph Goebbels, para os que não têm a informação, foi ministro da propaganda de Adolf Hitler e comandou a...

A esperança voltou!

  A semana que antecedeu as convenções partidárias foi muito movimentada, notadamente pela visita à Paraíba do presidente Luiz Inácio da Silva- Lula. A festa...

Tudo Passa Sobre a Terra

   Não foram poucas as vezes   que fizemos uso da famosa frase do escritor cearense José de Alencar, usada por ele ao finalizar o...

Asas que voam

Pelas frestas da janela, essas lembranças invadem o quarto sombrio daquele tempo escorrido nas noites do passado. Uma vez, recordo bem, reservara a mim...