fbpx
25.1 C
João Pessoa
Início A Importância do Voto
Array

A Importância do Voto

                                                                                           


 Por:  João Vicente Machado

Nunca a importância da qualidade do voto foi tão necessária como nos dias atuais. Passamos pelo menos dois anos ouvindo os queixumes sobre a incapacidade do povo na escolha dos seus representantes e a ele, povo, foi creditado todo ônus do erro, naquela assertiva repetida: “o povo tem o governo que merece”.

Sou daqueles que não credita apenas  ao povo  esse erro capital, entendendo que a desinformação propositada sobre a vida política nacional,   leva o povo ou a errar redondamente na escolha ou  a acreditar piamente em ídolos de pés de barro, construídos pela imprensa oficial e nos últimos tempos pelas redes sociais que produziram escribas completamente orgânicos ao establishment, que se transformaram numa verdadeira milícia digital, usada como máquina de moer reputações, à soldo dos grupos econômicos e financeiros.

As elites sempre inculcaram na cabeça do povo que a política é merecedora de nojo e que “só estão envolvidos  nela por considerá-la uma cachaça.” Quem não já ouviu essa frase? 

Outra tática usada com frequência é a de demonizar a política como a última das atividades o que faz com que o populacho incorpore esse mantra e saia a repetir e praticar esse ódio inconsequente.

Vamos por parte:

01- Se é verdade que a política é uma cachaça ela é uma droga e como droga carece de tratamento, não de estímulo. Em primeiro lugar é preciso identificar se o fariseu é traficante ou dependente. Se for traficante vira um caso de polícia e se for dependente requer tratamento e em qualquer das hipóteses ele jamais iria querer esse mal par sua descendência.

Mas o que se vê é o contrario e basta olhar para as oligarquias da Paraíba para perceber que a política é hereditária e um legado que vai até a terceira ou quarta geração. Assim: o cara é senador, o filho ou parente é deputado federal, o outro é deputado estadual, o outro prefeito e o último vereador. Podem olhar de lado e conferir se não é!

02- Quando inculcam o ódio pela política e contaminam o povo, induzem a  não votar, a anular o voto e o povo cai nessa tolice, mas no dia da eleição ele vota e é votado para eleger a si e aos deles, enquanto o povo fica sem representantes e vira presa fácil da dominação. 

Dito isto é bom lembrar que no dia 15 de novembro próximo vão ser conjugados dois verbos: o verbo propor e o verbo comprar.

O verbo propor vem de proposta e  é naqueles  que propõem que seu voto pode valer quatro anos, permitindo  acompanhá-lo de olhos abertos para cobrança e correção de rumo. 

Se você conjugar esse verbo terá muito menos possibilidades de erros e estará exercitando um processo seletivo de evolução da classe política.

Se por outro lado você conjugar o verbo comprar, saiba que você transformou sua opção num negócio à vista, que valerá apenas um dia, mediante pagamento e isentará o seu comprador de qualquer compromisso por quatro anos, ou: (365 x 4) – 1 = 1459 dias, sem nenhum compromisso com você.

Nesse intervalo de tempo suas necessidades de emprego, salário, comida, educação, saúde, habitação, transporte e  saneamento básico dependerão dos humores de quem lhe comprou e mais ninguém.

Por isso esteja atento e aprenda a ouvir o canto da Sereia sem se atirar n’água. Elas cantam bonito e são sedutoras mas poderão lhe levar para u fundo do mar.

      Pense nisso!

O Analfabeto Político

O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.

O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio dos exploradores do povo.

Bertolt Brecht


Relacionados

A primeira entrevista publicada no Brasil

Em 1808, quando D. João chegou ao Rio de Janeiro, fugindo das tropas de Napoleão que haviam invadido Portugal, trouxe na sua imensa bagagem...

Mês dos pais

Conceituam-se os fenômenos para atender às necessidades, sejam de mercado, sejam de conveniência, mas conceituar transforma o simples no complexo e o certo no...

O que é Depressão?

A depressão é um transtorno que envolve o corpo, o humor e os pensamentos. Ela interfere no cotidiano, nas relações sociais, nas relações familiares...

6 COMENTÁRIOS

  1. O voto é uma condições Indispensável Em toda democracia deve haver direito ao voto?
    Sim, o voto é uma das condições para que um país seja considerado como efetivamente democrático. Além do direito ao voto, podemos caracterizar um determinado país como democrático a partir dos seguintes requisitos:
    – Liberdade de formar e aderir a organizações;
    – Liberdade de expressão;
    – Elegibilidade para cargos públicos;
    – Direito de líderes políticos disputarem apoio e conquistarem votos;
    – Garantia de acesso a fontes alternativas de informação;
    – Eleições livres, frequentes e justas; e
    – Instituições para fazer com que as políticas governamentais dependam de eleições e de outras manifestações de preferência do eleitorado” a partir dos seguintes requisitos:
    – Liberdade de formar e aderir a organizações;
    – Liberdade de expressão;
    – Elegibilidade para cargos públicos;
    – Direito de líderes políticos disputarem apoio e conquistarem votos;
    – Garantia de acesso a fontes alternativas de informação;
    – Eleições livres, frequentes e justas;
    – Instituições para fazer com que as políticas governamentais dependam de eleições e de outras manifestações de preferência do eleitorado

  2. Luiz Célio Rangel, em breve será um dos nossos parceiros / colaboradores.
    Posso lhes assegurar tratar-se de um profissional muito competente, uma cultura geral ampla e diversificada.
    Psicólogo por formação inicial e com diversos cursos a nível de mestrado e especialização. Creio que pelo comentário que ele faz ao artigo de hoje é possível avaliar a sua densidade cultural.

  3. Nada é mais democrático do que o voto, infelizmente, o povo brasileiro anda escolhendo mal seus representantes. Depois das últimas eleições e acordos que vem acontecendo entre partidos e políticos estou um tanto decepcionada.

  4. Excelente chamada para uma causa tão séria que nos atinge em cheio e da qual somos vítimas sendo que a grande maioria não percebe ou sequer deseja perceber a realidade. Vale compartilhar com todos os nossos contatos, tentando salvar alguns pelo menos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

A primeira entrevista publicada no Brasil

Em 1808, quando D. João chegou ao Rio de Janeiro, fugindo das tropas de Napoleão que haviam invadido Portugal, trouxe na sua imensa bagagem...

Mês dos pais

Conceituam-se os fenômenos para atender às necessidades, sejam de mercado, sejam de conveniência, mas conceituar transforma o simples no complexo e o certo no...

O que é Depressão?

A depressão é um transtorno que envolve o corpo, o humor e os pensamentos. Ela interfere no cotidiano, nas relações sociais, nas relações familiares...

Macacos não transmitem a varíola

O Brasil está mais vez está enfrentando uma pandemia diferente. Dessa vez é a varíola dos macacos (do inglês monkeypox). Essa varíola apresenta sintomas...

Mais Lidas

OS 11 princípios de Joseph Goebbels

Texto originalmente publicado em 08/01/2020    Joseph Goebbels, para os que não têm a informação, foi ministro da propaganda de Adolf Hitler e comandou a...

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Um beijo para o gordo

Sempre me pareceu um pouco tolo a emoção que muitas pessoas demonstram quando algum famoso morre. São famosas as cenas, como nos funerais de...

Afinal de Contas Que Canal é Esse?

Canal é um dispositivo hidráulico usado para transporte de água, muito conhecido de todos nós, desde a primitiva levada de terra, até os canais...