fbpx
27.1 C
João Pessoa
Início Itabaiana e seus Severinos
Array

Itabaiana e seus Severinos

  Itabaiana, nascida e crescida na várzea do rio Paraíba do Norte, é uma cidade que tem um envolvimento cultural, poético e artístico de fazer inveja.

 Foi no passado um importante entroncamento ferroviário, um dos mais importantes do Nordeste, era ligação de quatro capitais: Fortaleza, Recife, Parahyba e Natal, além de cidades como Campina Grande e Mossoró.

  Entreposto de tropeiros e tangerinos, viu florescer uma robusta feira de gado que por consequência, proporcionou a instalação de vários curtumes e viu surgir várias fábricas de selas e arreios que ainda hoje resistem em menor escala.

  Mas, e os Severinos  de Itabaiana?  Ah! Esses foram expoentes culturais da sua história e ganharam dimensão nacional e internacional nas letras, na música, no humor e na arte.

  Pela ordem o primeiro deles foi Severino Rangel, o Ratinho, da dupla Ratinho e Jararaca.  Nascido em  1896, além de cômico  e caricata  Foi um e um exímio saxofonista.
A música ‘Saxofone Por Que Choras’ consagrada pelo sergipano Luiz Americano, sem rima, é conhecida e ainda hoje muito tocada.
Severino Rangel, o Ratinho
    O segundo deles, Severino de Andrade Silva, nascido em 1905 e conhecido como Zé da Luz,  além de alfaiate era um extraordinário poeta que inspirou o talento de Jessier Quirino, um campinense  adotado por Itabaiana onde mora e que não é Severino.
Zé da Luz
Jessier Quirino
    Por fim, Severino Dias de Oliveira, o internacional mestre Sivuca, o maior sanfoneiro do mundo, que não admitia o termo acordeonista, nem músicas de plástico que hoje é produzida na linha de montagem e em larga escala. Dizia: eu sou Severino, sanfoneiro da Paraíba.
Mestre Sivuca
    A inspiração me chegou por meditar sobre o clássico da literatura nordestina Morte  e vida Severina, do pernambucano João Cabral de Melo  Neto, que foi encenada em teatro com música de Chico Buarque de Holanda.

 Como o brasileiro vive um dos piores  momento político-administrativo da nossa história, vivendo uma vida Severina, resolvi isentar os Severinos de Itabaiana.

  As fotos da GGN, Livre Opinião, G1 Globo e Paraíba Criativa, ilustram, pela ordem cronológica  a minha homenagem.

Artigo anteriorUm apelo aos leitores
Próximo artigoSalve grande Patativa
Relacionados

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Esqueceram o Marquês

A passagem de efemérides, como a do segundo centenário da nossa Independência, faz com que algumas figuras históricas daquele momento sejam rememoradas (em regra,...

Lula-lá: Sem Medo de Ser Feliz

Desde a minha infância vivida na minha cidade natal, Lavras da Mangabeira CE, me habituei a ouvir modinhas e parodias usadas no período de...

3 COMENTÁRIOS

  1. Ahhh
    Esse post me faz recordar com imenso carinho da cidade onde nasci e cresci, ainda me recordo de seus curtumes, das homenagens ao mestre Sivuca… Meu pai foi ferroviário e muito me orgulho disso. Boas recordações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Esqueceram o Marquês

A passagem de efemérides, como a do segundo centenário da nossa Independência, faz com que algumas figuras históricas daquele momento sejam rememoradas (em regra,...

Lula-lá: Sem Medo de Ser Feliz

Desde a minha infância vivida na minha cidade natal, Lavras da Mangabeira CE, me habituei a ouvir modinhas e parodias usadas no período de...

Asas que voam

Pelas frestas da janela, essas lembranças invadem o quarto sombrio daquele tempo escorrido nas noites do passado. Uma vez, recordo bem, reservara a mim...

Mais Lidas

OS 11 princípios de Joseph Goebbels

Texto originalmente publicado em 08/01/2020    Joseph Goebbels, para os que não têm a informação, foi ministro da propaganda de Adolf Hitler e comandou a...

A esperança voltou!

  A semana que antecedeu as convenções partidárias foi muito movimentada, notadamente pela visita à Paraíba do presidente Luiz Inácio da Silva- Lula. A festa...

Tudo Passa Sobre a Terra

   Não foram poucas as vezes   que fizemos uso da famosa frase do escritor cearense José de Alencar, usada por ele ao finalizar o...

Asas que voam

Pelas frestas da janela, essas lembranças invadem o quarto sombrio daquele tempo escorrido nas noites do passado. Uma vez, recordo bem, reservara a mim...