fbpx
27.1 C
João Pessoa
Início O futuro sombrio da economia
Array

O futuro sombrio da economia

Por: João Vicente Machado


 Seria muita pretensão nossa discorrer em um único texto sobre a macroeconomia que nos foi imposta pelo ecUnomista Paulo Guedes e suas tropelias.

Ao criticá-lo, como tenho feito com muita frequência ultimamente, o faço pela ótica do trabalho e nunca pela lógica do capital, para quem Paulo Guedes é muitíssimo competente. Basta ouvir as declarações do establishment a respeito do seu (dele) desempenho.

Todavia, mesmo no seio da classe dominante, existem empresários e empresários. Os mais lúcidos e minimamente mais nacionalistas, entendem que o estado pode existir sim, mas atuando medianamente subordinado aos seus interesses e fazendo as concessões necessárias, cedendo parte dos anéis para não perder os dedos. 

 Existem todavia, os alucinados, entreguistas por opção, de concepção medíocre, ou melhor, mediana. Alguns deles submedianos, oportunistas, de raciocínio abaixo da média, que acham que devem deter a posse e o domínio completo do estado e dele se locupletarem. Esses não se deram sequer ao trabalho de ler Henry Ford ou Frederick Winslow Taylor. 

 Isso para não falar em John Maynard Keynes, um economista liberal inglês, defensor da intervenção do estado na economia, não para proteger o estado, mas para ressuscitar o capital nas suas crises cíclicas, como a de 1929 com o crash da bolsa de Nova York.  Portanto, por favor,  não me venham tachá-los de comunistas! 

 Quando Paulo Guedes,  ainda em campanha, apresentava a caricatura do que seria o governo de Bolsonaro, ele já afirmava que as palavras de ordem eram:“…privatizações, concessões e desmobilizações”, e completava, “ tem que vender tudo”. Dizia ele em entrevista concedida a uma plateia do ramo, no banco Bozzano de investimentos no Rio de Janeiro, do qual é sócio.

  Depois, já à frente do Ministério da Fazenda e de haver promovido o maior e mais agressivo processo de desindustrialização da nossa história, asfixiando a nossa indústria de transformação pública e pasmem,  também a privada, ele apareceu com uma proposta de liquidação que denominou de proposta três Ds:

1º-D da Desvinculação: consiste em retirar as amarras jurídicas que vinculam parte da receita a uma finalidade pré-estabelecida como saúde e educação, mesmo pertencendo às cláusulas  pétreas da constituição, no artigo 167 inciso IV;

2º-D da desindexação: consiste em desindexar os salários, desatrelando-os da inflação e remetendo os reajustes para a livre negociação salarial com entidades sindicais previamente enfraquecidas, na célebre estória das galinhas negociando com a raposa;

3º-D da descentralização: consiste na retirada dos royalties da mineração, do petróleo e das hidrelétricas em favor de estados e municípios, promovendo uma liberdade orçamentária “negociável” com o parlamento. Perceberam?

   O espaço é pequeno, muito pequeno para falar das tropelias do ecUnomista Paulo Guedes, até porque todo dia ele procura um atalho que facilite a sua ação de desmonte da nossa economia.

  Encerrando, eu deixo o restante para a observação do leitor e pode ter certeza que não precisarão de lupa para enxergar. É só abrir os olhos, ler, entender e interpretar e quem sabe, achar como eu acho que o Covid-19 foi um achado para a equipe de governo e perceber que o projeto neoliberal está fazendo água, e que o rei esta nu.

  Fizemos um apanhado de noticias publicado na Folha de São Paulo, Correio do Povo de Porto Alegre, da Gazeta do Povo de Brasília, além de O Globo.


Relacionados

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Esqueceram o Marquês

A passagem de efemérides, como a do segundo centenário da nossa Independência, faz com que algumas figuras históricas daquele momento sejam rememoradas (em regra,...

Lula-lá: Sem Medo de Ser Feliz

Desde a minha infância vivida na minha cidade natal, Lavras da Mangabeira CE, me habituei a ouvir modinhas e parodias usadas no período de...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Esqueceram o Marquês

A passagem de efemérides, como a do segundo centenário da nossa Independência, faz com que algumas figuras históricas daquele momento sejam rememoradas (em regra,...

Lula-lá: Sem Medo de Ser Feliz

Desde a minha infância vivida na minha cidade natal, Lavras da Mangabeira CE, me habituei a ouvir modinhas e parodias usadas no período de...

Asas que voam

Pelas frestas da janela, essas lembranças invadem o quarto sombrio daquele tempo escorrido nas noites do passado. Uma vez, recordo bem, reservara a mim...

Mais Lidas

OS 11 princípios de Joseph Goebbels

Texto originalmente publicado em 08/01/2020    Joseph Goebbels, para os que não têm a informação, foi ministro da propaganda de Adolf Hitler e comandou a...

A esperança voltou!

  A semana que antecedeu as convenções partidárias foi muito movimentada, notadamente pela visita à Paraíba do presidente Luiz Inácio da Silva- Lula. A festa...

Tudo Passa Sobre a Terra

   Não foram poucas as vezes   que fizemos uso da famosa frase do escritor cearense José de Alencar, usada por ele ao finalizar o...

Asas que voam

Pelas frestas da janela, essas lembranças invadem o quarto sombrio daquele tempo escorrido nas noites do passado. Uma vez, recordo bem, reservara a mim...