fbpx
23.1 C
João Pessoa
Início Notícias Dia Mundial da Água

Dia Mundial da Água

Por: João Vicente Machado
   Pela minha vinculação vocacional e por ofício, me associo às manifestações em defesa da água como um recurso natural insubstituível e essencial à vida.

 Essa semana transcorreu a data mundialmente consagrada a água, que em função da presença do famigerado coronavírus, passou quase desapercebida e sem nenhuma comemoração.

  Não basta falar da essencialidade da água sem que apelemos ao bom senso e a razão de todos no sentido de usá-la com parcimônia e racionalidade além de preservá-la como um recurso natural  finito  e um legado às gerações futuras. 

  A água na natureza é constante e permanece a mesma desde o início da formação da terra. 
  
 Quando ela aparentemente desaparece de determinadas regiões, ou foi por uma condição climática, ou porque mudou de estado ou em último caso, porque foi “expulsa” pelo ser humano, trocando de endereço e indo surgir em locais onde é melhor cuidada e respeitada. 

   Nas formas: líquida, sólida ou gasosa, iremos encontrar a água no planeta Terra como co- protagonista do ator principal,  no caso o Sol, que é quem, com a sua super energia, move tudo, inclusive a água, que não muda de estado sem a ajuda dele que é quem comanda o espetáculo da mãe natureza.
 
    De toda água existente na Terra, 97,5%  compõe a massa de água salgada dos oceanos. Ou seja, de cada 100 litros de água, 97,5 litros é água salgada de uso impróprio para consumo, e apenas 2,5% é água doce, o que representa 2,5 litros em cada 100 litros de água. (veja na figura ilustrativa 1).

    Dos 2,5% restantes, 2,15% está ou deveria estar imobilizada nas geleiras, restando 0,35% de água  doce. 

    Dos 0,35%, 62%  é de água subterrânea, restando líquida e aproveitável, apenas 38%, ou seja 0,03% do total ou ainda 3 litros de água potável em cada 100 litros de água.

   Quando dissemos que está ou deveria estar imobilizada nas geleiras, é porque com o aquecimento global esse número vai diminuindo. A água derretida nas calotas polares ficará salgada em contacto com a água do mar, tornando-se imprópria para o consumo.

Ora, se a água é constante e o consumo crescente, para continuar a usá-la só tem uma maneira: reduzir o consumo a níveis racionais assegurando a sustentabilidade e tirando partido da evolução tecnológica para adotar o uso de dispositivos de baixo consumo.



  Pela  figura ilustrativa 2, podemos perceber as formas mais representativas de uso de água no Brasil e verificamos que a agricultura é a responsável pelo maior consumo com 72% de uso; o consumo animal, homem no meio, é de 11%; o consumo urbano representa 9%; a indústria consome 7%, enquanto o consumo rural é de 1%.

    É evidente que o uso na agricultura deve ser olhado e vem sendo, com a maior atenção, até porque a economia nesse segmento tem uma resposta mais rápida. A agricultura irrigada passou por um grande processo de modernização e hoje observamos uma produtividade bem maior e um consumo bem reduzido para a mesma área plantada.

    Essa façanha não invalida a busca permanente de redução de consumo em todos os segmentos, para  alcançarmos a tão sonhada sustentabilidade.

    Voltaremos oportunamente ao tema em outra ocasião, face a exiguidade de espaço.

Relacionados

Lula-lá: Sem Medo de Ser Feliz

Desde a minha infância vivida na minha cidade natal, Lavras da Mangabeira CE, me habituei a ouvir modinhas e parodias usadas no período de...

A esperança voltou!

  A semana que antecedeu as convenções partidárias foi muito movimentada, notadamente pela visita à Paraíba do presidente Luiz Inácio da Silva- Lula. A festa...

Processos eleitorais semelhantes?

As últimas eleições presidenciais realizadas nos Estados Unidos, aconteceram no ano de 2020 numa disputa ferrenha e num clima de discórdia acirrado, cenário nunca...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

A primeira entrevista publicada no Brasil

Em 1808, quando D. João chegou ao Rio de Janeiro, fugindo das tropas de Napoleão que haviam invadido Portugal, trouxe na sua imensa bagagem...

Mês dos pais

Conceituam-se os fenômenos para atender às necessidades, sejam de mercado, sejam de conveniência, mas conceituar transforma o simples no complexo e o certo no...

O que é Depressão?

A depressão é um transtorno que envolve o corpo, o humor e os pensamentos. Ela interfere no cotidiano, nas relações sociais, nas relações familiares...

Macacos não transmitem a varíola

O Brasil está mais vez está enfrentando uma pandemia diferente. Dessa vez é a varíola dos macacos (do inglês monkeypox). Essa varíola apresenta sintomas...

Mais Lidas

OS 11 princípios de Joseph Goebbels

Texto originalmente publicado em 08/01/2020    Joseph Goebbels, para os que não têm a informação, foi ministro da propaganda de Adolf Hitler e comandou a...

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Um beijo para o gordo

Sempre me pareceu um pouco tolo a emoção que muitas pessoas demonstram quando algum famoso morre. São famosas as cenas, como nos funerais de...

Afinal de Contas Que Canal é Esse?

Canal é um dispositivo hidráulico usado para transporte de água, muito conhecido de todos nós, desde a primitiva levada de terra, até os canais...