fbpx
24.1 C
João Pessoa
Início Marcos Santos Seja o próprio Natal, Cristo em nós a nascer

Seja o próprio Natal, Cristo em nós a nascer

O natal é um festejo que impacta na vida de quase todo mundo, tanto para os cristãos, quanto para os não cristãos. Seja pelo sentido da festa em si (o nascimento do menino Deus) seja pelo lado comercial que o capitalismo empreguinou.

Quem não quer celebrar o natal? Se reunir com a família, com os amigos, fazer uma ceia?
Quem não quer dá ou receber um presente? Ornamentar a árvore, a casa, montar o presépio?

Mas será que todo mundo tem essa possibilidade? A exemplo de quem mora nas ruas. De quem esteja desempregado. De quem esteja hospitalizado. E nesse caso, como faz pra celebrar o natal?

Como comemorar mais um aniversário de nascimento do menino Deus?
Talvez se você se permitir olhar o desabrochar de uma flor! Se se permitir abraço alguém que chora por tristeza ou por saudade. Se você se permitir reconhecer que é falho, que já errou e que é capaz de pedir perdão, ou perdoar. Talvez se você indicar alguém que conheça e necessite, a uma vaga de trabalho. Talvez se você acolher ou alimentar alguém em situação de vulnerabilidade.

Cristo está aí, de tantas maneiras, de tantas formas, cabe a nós enxergarmos e acolhe-lo. Porque,
Celebrar o nascimento de Jesus, só tem um sentido maior, se seus ensinamentos estiver atrelado na nossa vida. E acima de tudo, se formos capazes de permitir que ele nasça em nós todos os dias.

 

Relacionados

Qual seria a cor da nossa Bandeira?

É natural, quando se forma um grupo, uma equipe, um coletivo... Se buscar símbolos, formas, cores representativas que seja como uma identidade. Nesse sentido,...

Série Talentos: História de uma artesã arretada, Vó Lia

Vó Lia, é acima de tudo, superação. Superação da falta de oportunidade. Superação da criatividade. Superação dos desafios da vida. Superação da falta de...

Existe conceito do Nada, ou Nada é Nada?

O poeta Marcos Santos nos traz hoje um ensaio poético que alterna realidade e humorismo. Os poetas são assim, eles têm seus estilos próprios...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

Chico Buarque e seus belíssimos piropos

Piropos são galanteios, são cantadas que vinham em forma de poesia e a canção passou a utilizar. (Chico Buarque, 1999). No Brasil as canções que...

A volta imperiosa dos trens de passageiros

A necessidade que a grande massa trabalhadora tem, em sair diariamente de suas casas e chegar ao trabalho no horário previsto, vem se tornando...

Os Enganos pregados pelos homens em nome de Deus

Em nosso último artigo, falamos um pouco a respeito do Livro de Espíritos e escolhemos falar de Deus. Explicamos que é Deus segundo os...

O primeiro inventor da Paraíba

Quando o escritor português José Saramago lançou o “Memorial do Convento”, um dos seus livros mais elogiados, muitos leitores se depararam pela primeira vez...

Mais Lidas

Os Enganos pregados pelos homens em nome de Deus

Em nosso último artigo, falamos um pouco a respeito do Livro de Espíritos e escolhemos falar de Deus. Explicamos que é Deus segundo os...

Gonzaguinha

Ontem à noite, pela Rádio Universitária Urca, ouvi uma dessas músicas inesquecíveis que vivem guardadas nos redutos da memória, Feliz, das composições de Gonzaguinha,...

A volta imperiosa dos trens de passageiros

A necessidade que a grande massa trabalhadora tem, em sair diariamente de suas casas e chegar ao trabalho no horário previsto, vem se tornando...

O que podemos entender como TRABALHO?

  Com a  proximidade  iminente do dia do trabalho e em função das  nossas ligações históricas com as representações  sindicais de visão classista, fui abordado...