fbpx
28.1 C
João Pessoa
Início A Nova Guerra da Vacina
Array

A Nova Guerra da Vacina

                                                                                                        

 Por: João Vicente Machado

A virose por definição, “é uma infecção provocada por algum tipo de vírus, que afeta o sistema imunológico do paciente afetado”. O melhor exemplo de virose é a nossa velha conhecida de longos tempos: a  gripe ou influenza.

  Não é nossa pretensão entrar novamente no mérito da questão, quer seja por falta de afinidade com temas relativos à saúde, ou por já ter discorrido várias vezes neste mesmo espaço sobre o mesmo mote, em função do surgimento  de um personagem novo, o covid-19. (vide  artigos publicados  neste mesmo sitio sobre o tema. Desde 07/02/2020, até 10/09/2020, foram oito artigos sobre o covid-19)

Hoje iremos nos ater à vacina tão esperada pela humanidade e já previamente escorraçada por Bolsonaro, irritado pelo fato da vacina  “ser chinesa e comunista”. 

Bolsonaro passou todo tempo da pandemia que ainda está em curso, fazendo lambanças diversas e debochando sobre a doença, trocando de ministro da saúde como quem troca de roupas, numa descontinuidade perniciosa e prejudicial ao serviço público.

  Existe duas formas de conter a propagação das pandemias: o isolamento para quebrar a corrente de contágio  e a vacinação em massa para imunizar a população. 

  No primeiro deles e  no que concerne ao isolamento, visando não sacrificar a economia, há a real necessidade da presença do estado no processo, para bancar o prejuízo decorrente da manutenção de um rigoroso isolamento para quebrar a corrente de propagação e controlar o contágio, sem maiores sequelas econômicas, iniciativa que desde o inicio não conta com a simpatia, o endosso e o  engajamento do Ministério da Economia, alegando falta  de recursos, pois  só tem olhos para o superávit primário e o sagrado dinheirinho destinado à  banca internacional.

  O segundo passo será desenvolver com tecnologia própria ou importada, a vacina salvadora para a imunização vacinal em massa, afastando o perigo do contágio.

  Essa solução, ou qualquer outra que envolva dispêndio orçamentário tem a resistência de Paulo Guedes, que manhosamente se aproveita do proselitismo e das bravatas de Bolsonaro, para “se abraçar com ele, rolar com ele e colocar a granada no bolso do trabalhador”. (clique aqui)https://youtu.be/jB-_353AN0o

  A decisão de Bolsonaro de desqualificar publicamente um centro de pesquisas renomado como o Instituto Butantã, usado por ele como catapulta para atingir os chineses, que estavam produzindo em consórcio com o Butantã uma vacina que está pronta para ser usada e cujo contrato de fornecimento do primeiro lote firmado com o Ministério da Saúde o presidente mandou cancelar, pelo simples fato de ser uma “uma vacina comunista sem certificação.”

  Independente da pinimba dele com João Dória Jr, que em consórcio com um grupo Chinês produziu a vacina, a atitude foi grotesca, cruel, irresponsável, e indigna de um chefe de estado minimamente comprometido com a saúde da  nação que comanda.

  Ora, qual foi a certificação técnica observada por Bolsonaro para  impor à rede hospitalar a adoção da Hidroxicloroquina e Ivermectina como panaceia para cura do covid-19?

  Com absoluta certeza, nem ele nem qualquer bolsominion acometido da Síndrome de Estocolmo saberá responder! 

  Talvez tenhamos chegado ao fundo do poço, onde para baixo não é mais possível e sim e apenas para a garganta do poço como diria Zé Ramalho.(clique aqui)https://youtu.be/R1hNBs9Demg

    Quanto às sequelas nas relações com a China, maior parceiro comercial do Brasil, nos reportaremos depois, a menos que Bolsonaro dê uma ré pra trás como é de seu hábito.

Artigo anteriorEleições na Bolivia
Próximo artigoOde á Liberdade!
Relacionados

Um beijo para o gordo

Sempre me pareceu um pouco tolo a emoção que muitas pessoas demonstram quando algum famoso morre. São famosas as cenas, como nos funerais de...

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Esqueceram o Marquês

A passagem de efemérides, como a do segundo centenário da nossa Independência, faz com que algumas figuras históricas daquele momento sejam rememoradas (em regra,...

2 COMENTÁRIOS

  1. A Guerra da Vacina desda vez será de cima para baixo, na primeira Pandemia o povo não queria por ignorância e medo, e agora, estamos diante do mesmo quadro as versas, a igorância e medo surge do dirigente da nação. Necessitamos de mais competência e comprometimento daqueles que estão gerindo pastas tão essenciais para o povo. Infelizmente, tudo hoje é trocado por voto e o povo é quem paga a conta e pato que ele não comeu. "Vida de gado, povo marcado, povo feliz."

  2. Mrrx dizia sabiamente que “não é a consciência que define a base material. Ao contrário, é s base material que define a consciência”
    Pelo visto, nos parece que vai ser necessário à classe dominada, perder toda raquítica base material que lhe resta para acordar! É um preço muito alto! Foi assim no Chile que só veio acordar 57 anos depois.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

Um beijo para o gordo

Sempre me pareceu um pouco tolo a emoção que muitas pessoas demonstram quando algum famoso morre. São famosas as cenas, como nos funerais de...

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Esqueceram o Marquês

A passagem de efemérides, como a do segundo centenário da nossa Independência, faz com que algumas figuras históricas daquele momento sejam rememoradas (em regra,...

Lula-lá: Sem Medo de Ser Feliz

Desde a minha infância vivida na minha cidade natal, Lavras da Mangabeira CE, me habituei a ouvir modinhas e parodias usadas no período de...

Mais Lidas

OS 11 princípios de Joseph Goebbels

Texto originalmente publicado em 08/01/2020    Joseph Goebbels, para os que não têm a informação, foi ministro da propaganda de Adolf Hitler e comandou a...

Tudo Passa Sobre a Terra

   Não foram poucas as vezes   que fizemos uso da famosa frase do escritor cearense José de Alencar, usada por ele ao finalizar o...

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Asas que voam

Pelas frestas da janela, essas lembranças invadem o quarto sombrio daquele tempo escorrido nas noites do passado. Uma vez, recordo bem, reservara a mim...