fbpx
23.6 C
João Pessoa
Início Flavio Ramalho de Brito Anísio Silva: O rei do bolero brasileiro

Anísio Silva: O rei do bolero brasileiro

Nos anos finais da década de 1950 e no início dos anos 1960 ele reinava absoluto como o principal nome do sambolero, o cruzamento do ritmo de origem cubana com o nosso samba-canção, gênero que dominava as paradas de sucessos da época.  Foi o primeiro cantor brasileiro a conquistar o chamado “disco de ouro”, o que correspondia à ultrapassagem de um milhão de cópias de discos vendidas. O seu apogeu nesse período pode ser avaliado pelo convite que lhe fez o Presidente Juscelino Kubitschek para que ele se apresentasse nos festejos da inauguração de Brasília.

O cantor chamava-se Anísio Silva, nascido, em 1920, em uma fazenda no município de Caculé, localizado no interior da Bahia, distante quase 800 km de Salvador. A sua família mudou-se para São Paulo quando ele era criança. Já adulto, trabalhou como balconista em farmácias, na capital paulista e, depois, no Rio de Janeiro. Gostava de cantar e, em 1952, conseguiu gravar um disco, sem grande repercussão.

Em 1957, Anísio Silva inicia, na gravadora Odeon, a sua escalada para o sucesso com um disco no qual se sobressaíam as músicas “Interesseira” (Murilo Letini e Bidu Reis) e “Sonhando Contigo”, um bolero de sua autoria (parceria com Fausto Guimarães).

 

 

Nos anos subsequentes, Anísio Silva obtém novos grandes êxitos, entre os quais a guarânia “Quero beijar-te as mãos” (Arsênio de Carvalho e Lourival Faissal) e a sua composição “Onde estás agora”.

Anísio Silva pode ser considerado, naquela virada de década, um dos maiores fenômenos da nossa música popular. Vestia-se sobriamente e a sua presença no palco era contida. Um bigodinho fino acentuava a sua feiura. Sua voz marcadamente anasalada e quase sussurrante contrastava com as vozes tonitruantes de cantores da época, como Vicente Celestino.

 

 Em comparação com a música que era, então, feita pelos criadores da nascente bossa nova ou mesmo com os sambas-canções de autores como Antonio Maria ou Dolores Duran, as músicas cantadas e compostas por Anísio Silva eram rotuladas como  “populares”, e , depois, com termos como “cafonas” e “bregas”. Para o jornalista e escritor Joaquim Ferreira dos Santos, Anísio Silva seria um “falso brega”. Os seus discos eram gravados com arranjos e orquestrações de altíssima qualidade e as suas interpretações suaves tinham alguma semelhança com as do seu contemporâneo e conterrâneo João Gilberto que, apesar de não aceitar a semelhança com a sua forma de cantar, admirava o estilo de Anísio Silva, como se constata em uma sua declaração:

“Anísio canta num estilo que difere por completo do meu […] ele que é um dos mais legítimos intérpretes da música popular brasileira. Considero-me um fã de Anísio Silva”

Em 1960 e 1961, Anísio Silva lançou dois dos seus maiores sucessos, os excepcionais boleros “Alguém me disse”, e “Onde Estarás?”, que tinham o selo de qualidade da dupla Evaldo Gouveia e Jair Amorim. 

Em 1964, Anísio Silva abandonou a carreira para se dedicar a outras atividades, inclusive como proprietário de uma casa noturna no Rio de Janeiro. Três anos depois, retomou a carreira, mas os tempos eram outros. Um seu admirador, Roberto Carlos, detinha agora o cetro e a coroa da música popular. As românticas canções aboleradas do cantor baiano estavam fora de moda. Anísio Silva morreu, em 1989, esquecido.

Relacionados

Esqueceram o Marquês

A passagem de efemérides, como a do segundo centenário da nossa Independência, faz com que algumas figuras históricas daquele momento sejam rememoradas (em regra,...

O cearense que engarrafava brumas

Na música popular são muito comuns as parcerias na elaboração de canções. Nas composições feitas por mais de um autor as contribuições dos parceiros...

O Poeta da alma dos sertões

Desde muito jovem, aquele caboclo alto, com voz grave, se destacara como poeta na região que envolvia os municípios de Sumé, Prata, Ouro Velho...

5 COMENTÁRIOS

  1. Que delicia de texto! Ouvit cada musica recordando apenas momentos bons de um tempo que se foi e aliviando o cansaço da crise que estamos vivenciando Parabéns Sr.Flávio seus texros são maravilhosos.Se as musicas de Anisio Silva são cafonas são bregas nao importa.O que importa é que nos fazem muito bem

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas

Afinal de Contas Que Canal é Esse?

Canal é um dispositivo hidráulico usado para transporte de água, muito conhecido de todos nós, desde a primitiva levada de terra, até os canais...

Um beijo para o gordo

Sempre me pareceu um pouco tolo a emoção que muitas pessoas demonstram quando algum famoso morre. São famosas as cenas, como nos funerais de...

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Esqueceram o Marquês

A passagem de efemérides, como a do segundo centenário da nossa Independência, faz com que algumas figuras históricas daquele momento sejam rememoradas (em regra,...

Mais Lidas

OS 11 princípios de Joseph Goebbels

Texto originalmente publicado em 08/01/2020    Joseph Goebbels, para os que não têm a informação, foi ministro da propaganda de Adolf Hitler e comandou a...

Medo e Liberdade

Tenho refletido muito, talvez pelo momento político, a respeito de liberdade em seu sentido mais amplo. Mas o que é liberdade? Segundo o dicionário...

Asas que voam

Pelas frestas da janela, essas lembranças invadem o quarto sombrio daquele tempo escorrido nas noites do passado. Uma vez, recordo bem, reservara a mim...

Julgar é fácil, difícil é ser

Como podes dizer a teu irmão: Permite-me remover o cisco do teu olho, quando há uma viga no teu? Hipócrita! Tira primeiro a trave...